16 de jan de 2019

Embora não esteja exercendo atividades políticas, José Sarney é convidado por Bolsonaro para recepção a Macri

Embora não esteja exercendo nenhuma atividade política formal, o ex-senador José Sarney (MDB) voltou a ter posição de destaque em evento e presidencial em Brasília, nesta quarta-feira (15), ao ser convidado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para participar da recepção a Maurício Macre, presidente da Argentina, no Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores).

No dia de sua posse, Jair Bolsonaro já havia tratado o antecessor com deferência ao chamá-lo de "marechal". Dois dias depois, na solenidade de posse dos novos ministros, teceu elogios à atenção dada às Forças Armadas quando esteve no comando da Nação.

Além de um brinde de champanhe com os dois presidentes, Sarney sentou-se ao lado de Bolsonaro para ouvir a palestra do argentino sobre estreitamento das relações entre os dois países, principalmente no que diz respeito ao fortalecimento do Mercosul.

Quando era presidente, Sarney foi um dos maiores responsáveis pelo estreitamento das relações do Brasil com a Argentina, à época presidida por Raul Alfonsin. Ambos os países estavam na transição de regime militar para a democracia.

Nenhum comentário: