9 de jan de 2019

Financiamento de imóveis pela Caixa para classe média será com juros de mercado, diz novo presidente

GIRO ECONÔMICO

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, indicou nesta segunda-feira (07) que deverá reajustar com base no cobrado pelo mercado os juros destinados aos trabalhadores de classe média que optam pelo financiamento habitacional. Porém, os juros mais baixos serão mantidos para quem tem renda inferior. Segundo o presidente da Caixa, os juros menores estarão garantidos nas operações do programa Minha Casa Minha Vida, que subsidia imóveis para a população de baixa renda. 

Há quatro faixas de renda no programa que incluem famílias que têm rendimentos que variam de R$ 1.800 a R$ 7.000. “O valor dos juros de Minha Casa Minha Vida é para quem é pobre. Para quem é classe média tem de pagar juros maiores”, disse Guimarães. “A Caixa vai respeitar acima de tudo o mercado: lei da oferta e da demanda.”

O presidente da Caixa argumentou que as mudanças na instituição têm o objetivo de pagar a dívidas, daí o plano de venda de subsidiárias, entre elas a Caixa Seguridade.

Premiados - Os consumidores Alexandra Martins de Abreu (Vila Palmeira), Raimundo da Silva Sousa (Residencial João Alberto) e Jacira Nina de Miranda (Olho d’Água) foram os sorteados na campanha Natal um Show de Prêmios pra Você, promovida pela Associação Comercial e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL). O sorteio foi domingo (06). Os cupons contemplados são das empresas Olívio J. Fonseca, Fort Auto Center e Bulldog, empresas das quais os vendedores vão ganhar notebook e smartphone.

Celulares - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) notificou usuários de 15 estados nas regiões Nordeste, Sudeste e Norte sobre o bloqueio de celulares irregulares. A medida será adotada dia 24 de março e vai atingir aparelhos adquiridos a partir desta semana. Os comunicados foram enviados para usuários dos noves estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, bem como São Paulo, Minas Gerais, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima.

Associação - Sob a liderança de Fernando Chiacchio, dono das lojas Di Santinni, está nascendo uma entidade da classe empresarial em São Luís. Trata-se da Associação dos Lojistas da Rua Grande.

No sorteio da campanha de Natal realizada pela Associação
Comercial e CDL de São Luís,  Francisco Neto, José Terceiro,
Antônio Froes,  Felipe Mussalém e Fábio Ribeiro
Agroindústria - Será inaugurada nesta quinta-feira (10), uma agroindústria de beneficiamento de mandioca para 25 famílias do povoado Vila Nova, em Bequimão. As famílias da comunidade recebem assistência técnica da Agerp e estão produzindo de acordo com as técnicas da Unidade de Referência Tecnológica- URT. Ao todo, só da cadeia produtiva da mandioca, serão construídas seis agroindústrias com investimento de mais de R$ 1 milhão. O projeto é apoiado pelo Sistema de Agricultura Familiar (SAF).

Futebol - Uma declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, segunda-feira (07), ao empossar os presidentes do Banco do Brasil, Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) e Caixa Econômica deixou os dirigentes de diversos clubes de futebol em estado de alerta. "Às vezes, é possível fazer coisas cem vezes melhores com menos recursos do que gastar com publicidade em times de futebol", disse ele, sem entrar em detalhes se a Caixa vai encerrar patrocínios com vários times, inclusive o Sampaio Corrêa.

Nenhum comentário: