30 de jan de 2019

Conab comercializou milho para 864 pequenos criadores maranhenses ao longo do ano passado pelo ProVB

GIRO ECONÔMICO

Um total de 864 criadores maranhenses teve acesso aos estoques de milho do governo, ofertados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O produto foi obtido por meio do Programa de Vendas em Balcão (ProVB), pelo qual os beneficiários compraram, ao longo de 2018, cerca de 4,6 mil toneladas do grão. Em comparação com 2017, houve um acréscimo de venda de 402,5 mil quilos. O milho foi utilizado na ração de animais em 65 municípios do estado. A venda do produto gerou recursos que chegaram a R$ 2,7 milhões.

No Maranhão, o atendimento aos produtores é feito nas Unidades Armazenadoras da Conab em São Luís e também em Imperatriz. O Programa de Vendas em Balcão permite o acesso dos pequenos criadores aos estoques públicos de produtos agrícolas por meio de vendas diretas a preços compatíveis com os praticados nos mercados atacadistas locais.

O ProVB é bastante usado pelos cadastrados, quando os preços do comércio da região começam a subir em virtude da escassez do produto, ocasionada pelas intempéries climáticas ou pela concorrência com os grandes e médios granjeiros do estado.

Confiança - O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 2,6 pontos de dezembro de 2018 para janeiro. Com a alta, o indicador atingiu para 98,2 pontos em uma escala de zero a 200, o maior nível desde agosto do ano passado. A confiança subiu em 12 dos 19 segmentos industriais pesquisados. O Índice de Expectativas, que mede a confiança dos empresários da indústria em relação ao futuro, avançou 4,3 pontos e atingiu 99,5, o maior nível desde agosto de 2017 (100,6 pontos).

Simples - As empresas interessadas em aderir ao Simples Nacional têm até esta quinta-feira (31) para fazer sua opção e, uma vez deferida, produzirá efeitos a partir do primeiro dia do ano calendário da opção. Antes da adesão, é necessária a eliminação de possíveis pendências que podem ser impeditivas, como débitos com a Receita Federal. A opção pode ser feita no site: www8.receita.fazenda.gov.br/simplesnacional. As empresas prestadoras de serviço também podem aderir ao sistema simplificado de tributação.

No encontro de segunda-feira (28) no Palácio dos Leões, o 

governador Flávio Dino com o presidente do Condel 
do Sebrae, Raimundo Coelho (C), e o diretor-superintendente 
do órgão, Albertino Leal, que foram apresentar propostas para 
fortalecer as MPEs
Famem - A Federação das Associações dos Municípios (Famem) realiza nesta quarta-feira (30) eleição para escolha de seu novo presidente. Cleomar Tema (Tuntum), que tentava a reeleição, desistiu na tarde desta terça-feira (29) e Erlânio Chaves (Igarapé Grande) será candidato único. São 195 prefeitos aptos a votar.

Punição - Dados da Controladoria Geral da União (CGU) apontam que ano passado 28 servidores públicos federais foram punidos no Maranhão com demissões (23) e cassações de aposentadorias (cinco). A principal motivação para expulsões foi corrupção, com 21 casos ou 75% do total. Abandono de cargo, inassiduidade ou acumulação ilícita vêm em seguida, com cinco casos (17,86%). Entre as unidades da Federação, o estado é o sexto em número absoluto de punidos e na proporcional o terceiro, com média de 9,09 por mil.

Barragens - Das 99 barragens do Maranhão cadastradas na Agência Nacional da Água (Ana), duas – Bacanga (São Luís) e Rio Flores (Joselândia) – apresentam ameaça para a população. Bacanga está na categoria de risco Alto e Flores, Médio, porém ambas têm potencial destruidor de alto risco, ou seja, um desastre poderia provocar grandes estragos ambientais, devastação e mortes de pessoas. Ainda em São Luís, foram avaliados tanques da Alumar, todos com baixo risco de acidente, mas potencial destruidor alto.

Nenhum comentário: