13 de jan de 2019

Para o G1 não se confundir novamente na hora de avaliar o governo: Flávio Dino promete inaugurar quarenta obras

Um dos assuntos mais abordados na campanha eleitoral do ano passado foi a boa avaliação de Flávio Dino (PCdoB) pelo portal G1. Apesar de ter registrado 65 propostas em 2014, o governador foi avaliado por 23 e acabou sendo apontado como aquele que mais cumpriu promessas, com 94,5%, e isto acabou se traduzindo e "melhor governador do Brasil".

Na campanha de 2018, mesmo explorando o equívoco do G1, Flávio Dino fez outras 65 promessas para ratificar o número do seu partido, e nos primeiros dias de janeiro, a Secretaria de Comunicação e Articulação Política (Secap) divulgou uma lista de 40 obras que o governador se compromete a inaugurar a partir deste ano, sendo boa parte deveria estar concluída bem antes de terminar o primeiro mandato. 

Confira, mas não se assuste ao ler uma promessa ficar com a sensação de que já leu ou ouviu dizer que trata-se de obra já concluída e entregue:
  • Estrada de Paulino Neves - Está quase pronta e vai consolidar a Rota das Emoções, importante atrativo turístico que gera emprego e renda, com ligação a Barreirinhas. Trata-se de uma obra da Omega Energia, como compensação ao investimento em energia eólica na região.
  • Ponte Central-Bequimão - Anunciada em 2015, a ponte apenas começou e o material foi levado ao canteiro de obras no segundo semestre do ano passado, em plena campanha. Com 600 metros, a ponte sobre o Rio Pericumã vai conectar dez municípios da Baixada Maranhense. Boa parte da obra está sendo feita debaixo d’água. 
  • Ponte do Pátio Norte - Era para ficar pronta antes da eleição municipal de 2016. A obra vai ligar Maiobão e Cohatrac, na Grande Ilha, devendo diminuir de seis quilômetros para 220 metros o trajeto entre dois bairros vizinhos e que interligam mais de 200 mil pessoas que moram na região. 
  • Ampliação da Avenida Litorânea - As obras incluem um trecho de 1.800 metros até a intersecção da Avenida São Carlos, no Olho d’Água. O projeto inclui a construção de bares e restaurantes padronizados, praças, pontes, calçadão e pavimentação. A obra cria uma alternativa de acesso entre os municípios da Grande Ilha. Em 2015, o ex-presidente da Agência de Mobilidade Urbana (MOB) Arthur Cabral disse que ela ficaria pronta em dezembro daquele ano.
  • BRT (Bus Rapid Transit) - Será criado a partir do prolongamento da Litorânea. Trata-se de um sistema de transporte rápido por ônibus que proporcionará velocidade e conforto aos passageiros.Era para ficar pronto junto com a reforma da Litorânea e Holandeses.
  • Escola Digna - O governo pretende chegar a pelo menos mil Escolas Dignas (construída, reformadas ou ampliadas) em todo do Maranhão.
  • Novo Campus da UemaSul em Imperatriz - Já em construção, o prédio terá 20 salas de aula, uma de controle, quatro para administração, uma de informática, quatro de manutenção técnica, 21 laboratórios, auditório, cantina, cozinha, oito banheiros, uma biblioteca e estacionamento.
  • Novo campus da UemaSul em Estreito - Vai receber os cursos de Engenheira Agronômica, Licenciatura em Letras, Matemática e Física. Serão 40 vagas para cada um dos quatro novos cursos, totalizando 160.
  • Campus da Uema em São Bento - As novas instalações estão em fase final, com a conclusão de cinco prédios e pavilhão das salas de aula. O auditório e a portaria também serão entregues em breve.
  • IEMA - Hoje são 26 unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, com ensino profissionalizante. A meta é chegar a 100. 
  • Socorrão da Ilha - As obras já começaram na avenida São Luís Rei de França, no Turu. Serão 300 leitos para desafogar os socorrões municipais. O projeto inclui mudanças no trânsito da avenida para que o fluxo de veículos até o hospital seja mais rápido. 
  • Socorrão de Imperatriz - Também será um hospital de grande porte para urgência e emergência. 
  • Segunda etapa do Hospital do Servidor  - Para o primeiro semestre de 2019, é prevista a inauguração da segunda etapa, com atendimento odontológico, exames de imagem, de laboratório e outros serviços. 
  • Novas reformas no Socorrão II - Duas etapas já foram concluídas pelo Governo do Estado no hospital municipal em São Luís. Mais duas estão por vir para melhorar a estrutura. 
  •  Hospital de Carolina - Serão 20 leitos para atender a cidade, evitando viagens até Imperatriz, por exemplo.
  • Ampliação do Hospital de Barreirinhas - Será construída uma UTI com 12 leitos, além de mais estrutura para atender os moradores da cidade e de municípios vizinhos. 
  • Policlínicas Regionais - Serão locais para consultas e exames, fazendo um meio termo entre os grandes hospitais e os postos de saúde. 
  • Sorrir no interior - Além das policlínicas, as Regionais de Saúde também terão unidades do Centro Sorrir, com dentistas que fazem implantes, próteses e diversos atendimentos.
  • Parque do Rangedor - Fica em São Luís. O local está ganhando pistas para caminhada, ciclovias, além de praças para práticas esportivas. 
  • Parque Ambiental de Timon - A estrutura vai incluir pista de caminhada, ciclovia, estacionamento, esplanada, jardins, canteiros, pergolados, quadra poliesportiva, playground, academia ao ar livre, pista de skate, praças e espelho d’água, além de recuperação da vegetação regional. 
  • Cozinhas comunitárias - Estão sendo concluídas nas cidades do Plano Mais IDH, que leva uma série de ações para melhorar a qualidade de vida em 30 municípios. Elas vão fornecer refeições gratuitas para quem mais precisa, além de oferecer cursos para gerar renda entre os moradores.
  • Residencial Parque Independência - Serão construídos 2.048 apartamentos no bairro São Cristóvão, em São Luís. Os oito condomínios do Residencial Independência terão, cada um, 256 apartamentos com áreas independentes, compostas por piscina, quadra poliesportiva e área de lazer coberta. 
  • Residenciais José Chagas e Jomar Moraes - São 1.360 apartamentos em construção pelo Minha Casa Meu Maranhão. O Residencial José Chagas vai abrigar 256 famílias que moravam em palafitas no São Francisco. Já no Jomar Moraes, nas imediações do Sítio Piranhenga, 1.104 unidades abrigarão quem vivia em condições precárias na Liberdade, Camboa e entorno da Avenida Jackson Lago. 
  • Terminal do Cujupe - Boa parte da obra já foi entregue, mas ainda há ampliações e modernizações sendo feitas. As obras incluem estrutura para embarque e desembarque de passageiros, terminal rodoviário, alojamento e posto da Polícia Militar.
  • Complexo da RFFSA  - A antiga sede da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), na Avenida Beira-Mar, em São Luís, está sendo revitalizada. O prédio histórico vai funcionar como espaço cultural com museu ferroviário, exposição de quadros, de pintura, de arte contemporânea e espaço destinado à gastronomia maranhense.
  • ETE Anil - A Estação de Tratamento de Esgoto vai atender cerca de 20 bairros de São Luís.
  • Novas penitenciárias - Serão nove novas unidades prisionais construídas na capital e no interior, com quase 4 mil vagas a mais. 
  • 13º Batalhão da PM em Ribamar - Já está pronto para ser entregue oficialmente. O prédio foi feito para funcionar como centro de comando de operações da região. 
  • Porto do Itaqui - O ano de 2019 vai começar com a duplicação do Terminal de Grãos (Tegram), será feita a implantação do Terminal de Celulose e um Terminal de Fertilizantes. 
  • Diques da Produção - Além dos 17 já entregues, mais 19 estão sendo feitos para preservar a água doce e impedir a contaminação com a água salgada nos campos da Baixada.
  • Cisternas - A meta é construir mais cerca de 4 mil cisternas para abastecer escolas, moradores e também a produção agrícola e criação animal.
  • Ponte em Nova Iorque  - Está sendo construída na MA-368. São 75 metros de comprimento e 10 metros de largura.
  • MA-006 Arame-Grajaú - São 125 quilômetros com a pavimentação bastante adiantada. 
  • MA-012 - A estrada interliga as cidades do Médio Mearim e da região central do Estado. 
  • MA-026 - As obras estão em andamento. O trecho entre o entre os povoados Triângulo, no município de Dom Pedro, e Dezessete, em Codó, na região leste do Maranhão, está sendo transformado, incluindo duas pontes. 
  • MA-110 - Entre São Bernardo do Maranhão e Luzilândia, no Piauí.
  • MA-119 - O investimento de aproximadamente R$ 41 milhões.
  • MA-245  - São 65 quilômetros em fase de conclusão, ligando a cidade de Lago da Pedra a Lagoa Grande. 
  • MA-272 - Está em obra a rodovia que interliga Barra do Corda a Fernando Falcão. 
  • MA-275 - São 41 quilômetros que estão sendo pavimentados entre Amarante e Sítio Novo. 

Nenhum comentário: