24 de jan de 2019

Lula apresenta nova versão para estar preso desde abril de 2018: o presidente Jair Bolsonaro mandou prendê-lo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está recolhido na Carceragem da Polícia Federal de Curitiba (PR) desde abril do ano passado, onde cumpre pena de prisão por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, apresentou nesta quinta-feira (24) uma nova versão para estar preso. Seria culpa do governo de Jair Bolsonaro, que assumiu a Presidência da República em 1º de janeiro deste ano.

Segundo recado transmitido pela senadora e deputada federal eleita pelo Paraná Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, ao criticar a postura de Bolsonaro diante da crise da Venezuela, Lula teria classificado a posição brasileira de submissa aos Estados Unidos, e aí soltou a pérola:

“Qual é a moral desse governo (de Jair Bolsonaro) que prendeu o seu maior adversário (ele, Lula), fraudou as eleições num processo de WhatsApp pago com caixa 2? Qual é a moral que ele tem pra falar do governo da Venezuela? Não tem moral alguma”, teria dito Lula.

O ex-presidente teria comentado ainda o envolvimento do deputado estadual e senador eleito pelo Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente, em operações financeiras atípicas e aproximação de integrantes de milícia. “Bolsonaro não consegue cuidart do filho equer se meter no país alheio”, diz o recado transmitido por Gleisi. Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: