21 de fev. de 2019

Bebiano foi dispensado como ministro, mas ainda é advogado de Bolsonaro para desespero do presidente

O presidente Jair Bolsonaro livrou-se de Gustavo Bebiano como ministro (era secretário da Presidência da República), mas mantém-se preso a ele na relação cliente e advogado. Nesta quarta-reira (20), o jornal O Globo divulgou uma conversa do presidente com seu chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na qual o presidente demonstra apreensão, caso Bebiano venha a lhe cobrar pelos honorários, pois para pagá-lo teria de vender uma casa.

Eis a íntegra da conversa entre Bolsonaro e Onyx:

  • Onyx - A Folha deu uma nota e o Antagonista acabou de reproduzir e ele (Bebianno) acabou de ligar e pediu para tirar. Que é o seguinte… Que ele estava preparando documentos e não sei o quê para atacar. Ele disse ao Jorge (possivelmente Jorge Oliveira, subchefe de Assuntos Jurídicos do Planalto): “o que eu tinha para fazer, eu fiz ontem. Eu não dou mais nenhuma palavra, acabou tudo ontem. Eu to te dando a minha palavra. Ok?” Então, agora, no fim da tarde, para tu saber, eu vou lá dar uma conversada com ele.
  • Bolsonaro - Você vai conversar com ele sobre as ações?
  • Onyx - Vou conversar com ele sobre as ações.
  • Bolsonaro -  Se ele me cobrar individualmente o mínimo, eu tô fodido… Tem que vender uma casa minha para poder pagar.”

Nenhum comentário: