16 de fev. de 2019

Cesta básica teve maior redução de preços nos 12 meses do ano passado na região Nordeste, segundo o DIEESE

GIRO ECONÔMICO

O Nordeste fechou 2018 com queda de 2,5% no valor médio da cesta básica em relação à mesma base de comparação de 2017, ficando em dezembro no valor de R$ 358,31. Segundo levantamento do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), nenhuma capital nordestina apresentou incremento no valor dos alimentos. As maiores reduções verificadas ocorreram em Salvador (-3,7%), João Pessoa (-3,3%) e São Luís (-1,9%), que foi acompanhada de Aracaju (-1,9%) e Recife (-1,9%). 

Os declínios nas outras capitais foram: Natal (-1,5%) e Fortaleza (-1,3%). A pesquisa feita com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) não é realizada em Teresina (PI) e Maceió (AL).

Os valores foram R$ 353,40 em São Luís (MA), R$ 397,34 em Fortaleza (CE), R$ 358,75 em Aracaju (SE), R$ 345,21 em João Pessoa (PB), R$ 343,82 em Salvador (BA), R$ 341,40 em Natal (RN) e R$ 340,57 em Recife (PE). Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Televisão - Na visita a Brasília nesta quinta-feira (14), o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), conversou com a coordenadora da Rede Legislativa de Rádio e TV da Câmara Federal, Evelin Maciel Brisolla. Na pauta, tratativas para produzir programas do Poder Legislativo Municipal que deverão ser inseridos na programação da Rádio e TV Câmara ou até mesmo ser veiculados através de um canal próprio que poderá ser disponibilizado através da parceria entre a Casa e a Câmara. 

Cachaça - O Sindicato das Indústrias de Bebidas, Refrigerantes, Água Mineral e Aguardente do Estado do Maranhão (Sindibebidas-MA) realizar a partir de segunda-feira (18) o curso Tecnologia da Cachaça de Alambique e Boas Práticas de Fabricação em Passagem Franca (de 18 a 20) e Pastos Bons (de 22 a 24). O objetivo é orientar produtores, alambiqueiros, engarrafadores, envasadores etc para que possam ter mais rentabilidade em seus negócios. As aulas serão ministradas por profissionais de Minas Gerais. 

Os advogados Daniel Blume (E) e Thiago Brhanner lançaram
quarta-feira (13), na Universidade Autônoma de Lisboa – UAL,
o livro “Aspectos Polêmicos do Direito Constitucional Luso-Brasileiro”.
No registro com o embaixador do Brasil em Portugal, Luiz Figueiredo (C)
Cultura - As inscrições para o edital Pátio Aberto 2019 estão abertas até 23 de março. Serão selecionados projetos de artistas maranhenses a serem apresentados no pátio do Centro Cultural Vale. Podem ser inscritas propostas de música, teatro, dança, audiovisual e cultura popular nos formatos show, oficina, espetáculo, seminário, mini festival etc. 

Confiança - O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Maranhão (ICEI-MA) começou o ano em patamar elevado, indicando expectativas otimistas para 2019. O índice registrou 65,3 pontos, estabelecendo a marca de 7,17 pontos acima da média histórica e variou pouco em relação a dezembro de 2018. A pesquisa, a primeira do ano, foi elaborada pela Federação das Indústrias (Fiema) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), no período de 03 a 14 de janeiro, com empresários do setor industrial. 

Permanece - O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse nesta quinta-feira (14) que vai continuar à frente da companhia, mesmo após a maior tragédia ambiental do país, em Brumadinho em Minas Gerais. A declaração foi dada a parlamentares que integram a Comissão Externa de Brumadinho, criada na Câmara dos Deputados. O presidente da Vale disse que todas as autoridades do país estão olhando o caso com uma lupa. Segundo ele, os motivos e os culpados, se houverem, serão identificados.

Nenhum comentário: