3 de fev. de 2019

Votos de Eliziane Gama e Weverton Rocha para presidente do Senado geram dúvidas entre os maranhenses

Na fila de votação a bancada maranhense: Weverton, Roberto e Eliziane
Na tumultuada votação deste sábado (02) para a escolha do novo presidente do Senado ficou uma dúvida no ar sobre em que votaram os estreantes Eliziane Gama (PPS) e Werverton Rocha (PDT), pois dos três que formam a bancada maranhense apenas Roberto Rocha (PSDB) exibiu a cédula e declarou no microfone sua opção por David Alcolumbre (DEM-AP), que foi eleito.

Na sessão de sexta-feira (01) em que a votação não chegou a ser realizada, Weverton Rocha, ao fazer seu encaminhamento ao processo, foi bem claro ao afirmar que não iria votar pressionado pelas redes sociais, ou seja, pouco estava ligando para a corrente "fora, Renan", e lembrou que, como deputado federal, defendeu causas (foi contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e a favor da abertura dos processos contra o ex-presidente Michel Temer) que todos terem encerrado sua carreeira, pois jamais seria eleito a nada, porém saiu da última eleição com mais de 2 milhões de votos para o Senado.

Roberto Rocha declara seu voto em David Alcolumbre
A deputada Eliziane Gama, que votou a favor tanto do impeachment de Dilma quanto da autorização para abertura de processo contra Temer, nada disse.

A dúvida quanto aos votos desses senadores aumenta porque, quando Renan Calheiros (MDB-AL) desistiu da disputa, a bancada maranhense já havia votado (a ordem de votação é pela antiguidade dos estados). Apurados os votos, Renan teve cinco. Teriam sido dois do Maranhão?
Vale ressaltar ainda que a irritação de Renan que precipitou sua desistência veio quando os senadores tucanos decidiram exibir os votos e porque o filho do presidente Jair Bolsonaro, Flávio (PSL-RJ), também declarou ter votado em Alcolumbre, pois isto matou as chances de obter secretamente apoios que estavam prometidos a eles. Leia mais sobre eleição no Senado em MARANHÃO HOJE.

Senadores que fizeram questão de exibir seus votos:
  1. Jorge Kajuru 
  2. Roberto Rocha (PSDB-MA) 
  3. Selma Arruda (PSL-MT) 
  4. Antonio Anastasia (PSDB-MG) 
  5. Carlos Viana (PSD-MG)
  6. Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
  7. Lasier Martins (PSD-RS)
  8. Eduardo Girão (Pros-CE)
  9. Tasso Jereissati (PSDB-CE)
  10. Daniella Ribeiro (PP-PB)
  11. Styvenson Valentim (Rede-RN)
  12. Dário Berger (MDB-SC)
  13. Espiridião Amim (PP-SC)
  14. Jorginho Mello (PR-SC)
  15. Rodrigo Cunha (PSDB-AL)
  16. Plínio Valério (PSDB-AM)
  17. Oriovisto Guimarães (Pode-PR)
  18. Flávio Arns (Rede-PR)
  19. Alvaro Dias (Pode-PR)
  20. Soraya Thronicke (PSL-MS)
  21. Simone Tebet (MDB-MS)
  22. Marcos do Val (PPS-ES)
  23. Marcos Rogério (DEM-RO)
  24. Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
  25. Lucas Barreto (PSD-AP)
  26. Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)
  27. Vanderlan Cardoso (PP-GO) 
  28. Mara Gabrilli (PSDB-SP).

Nenhum comentário: