6 de fev de 2019

Gleisi Hoffmann diz que segunda condenação de Lula é para prejudicar sua eleição a Prêmio Nobel da Paz

A deputada federal pelo Paraná Gleisi Hoffmann, que é presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, reagiu pelo Twitter, à segunda condenação de Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ela, trata-se de mais uma perseguição e esta tem como objetivo é evitar que o ex-presidente seja eleito Prêmio Nobel da Paz.

Escreveu, Gleisi:

"A perseguição a Lula não para. Uma segunda condenação a jato foi proferida, exatamente quando cresce a possibilidade de Lula ser Nobel da Paz. Na memória do povo e na história, Lula será sempre maior do que seus carrascos".

Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses por crime de corrupção. Ele teria se beneficiado das reformas no Sítio de Atibaia. 

Segundo a juíza federal Gabriela Hardt, que assinou a sentença, Lula sabia do esquema de corrupção na Petrobras e que as empreiteiras OAS e a Odebrecht tinham participação nos desvios. Disse ela:

"Luiz Inácio Lula da Silva, como já dito nos tópicos que trataram dos atos de corrupção nos contratos da Petrobras, tinha pleno conhecimento de que a empresa OAS era uma das partícipes do grande esquema ilícito que culminou no direcionamento, superfaturamento e pagamento de propinas em grandes obras licitadas em seu governo, em especial na Petrobras. Contribuiu diretamente para a manutenção do esquema criminoso".

Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: