21 de fev de 2019

Sondagem da Federação das Indústrias aponta queda no desempenho da Construção Civil no Maranhão

GIRO ECONÔMICO

O nível de atividade na Construção Civil em dezembro de 2018 apresentou queda no Maranhão, segundo estudo da Federação das Indústrias (Fiema). A pesquisa foi realizada com empresas maranhenses de pequeno, médio ou grande porte do setor, entre 02 e 15 de janeiro passado. Segundo o estudo, as pequenas empresas se encontram em melhor situação que as médias e grandes. 

Já no que se refere à Utilização da Capacidade Operacional (UCO), este é o único indicador que possui resultado positivo, alcançando 52 pontos no mês em questão, tendo novamente as pequenas empresas como destaque. Os empresários também responderam perguntas sobre margem de lucro e, segundo as respostas, no quarto trimestre de 2018, a satisfação com a margem de lucro apresentou queda, ficando em 25 pontos, contra 36,5 do Brasil.

No que se refere à situação financeira, esta também se apresenta de forma insatisfatória. O Maranhão marcou 25 pontos, ou seja, uma expressiva queda em relação ao trimestre anterior, e o Brasil 41,4.

Confiança - O Índice de Confiança da Indústria apresentou um crescimento de 0,9 ponto na prévia de fevereiro, na comparação com o resultado consolidado em janeiro. Com isso, o indicador atingiu 99,1 pontos, o maior desde agosto do ano passado. A alta foi provocada por uma melhora na percepção dos empresários em relação ao momento presente, medido pelo Índice da Situação Atual, que cresceu 2 pontos e chegou a 99. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (20) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

Ford - A Ford Motor Company anunciou nesta terça-feira (19) que deixará de atuar no segmento de caminhões na América do Sul e em consequência disto, encerrará as operações de manufatura na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) ainda este ano, deixando de comercializar as linhas de caminhões Cargo, F-4000 e F-350 e do automóvel Fiesta. Em reação a essa decisão, o Sindicato dos Metalúrgicos anunciou greve, buscando assim demover a montadora de abandonar essa linha de produção. 

Em recente encontro com o ministro da Cidadania, Osmar Terra,
o senador Roberto Rocha apresentou vários outros projetos para
o Maranhão, em parceria com o Governo Federal, dentre eles a Zona
de Exportação do Maranhão (Zema)
Senac - Aberto ontem (20), prossegue nesta quinta-feira (21), na sede da Federação do Comércio, a Reunião Anual de Avaliação do Senac que tem como objetivo avaliar as ações do exercício do ano de 2018 e apresentar o Plano Anual da Administração Regional 2019 (PAAR 2019). 

Cartões - A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lançou nesta quarta-feira (20) alerta sobre uso de cartão (crédito ou débito) durante as festas de carnaval, no que diz respeito, principalmente, a dois deles: troca de cartão e o da dupla operação ou valor errado. No golpe da troca de cartão, um vendedor ambulante mal intencionado se aproveita da distração do comprador para ver qual é a senha digitada e trocar o cartão da vítima por outro similar. A substituição só é percebida depois, em uma nova tentativa de usar o plástico. 

Imposto - A Companhia Operadora Portuária do Itaqui tem obrigação de recolher o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) ao município de São Luís pela locação de veículos. A decisão unânime foi tomada pela 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). O entendimento é que a empresa consta no contrato social como prestadora de serviços e, portanto, deve incidir o imposto. O desembargador Raimundo Barros foi relator da apelação do município contra sentença de primeira instância.

Nenhum comentário: