13 de mar de 2019

Apesar do aumento de 4,23% em fevereiro, cesta básica de São Luís é a segunda mais barata do Brasil

GIRO ECONÔMICO

A cesta básica de alimentos em São Luís aumentou 4,23% em comparação a janeiro e custou R$ 368,82, mas ainda assim foi a cidade com o segundo menor valor, entre as 18 pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Segundo o levantamento, em 12 meses, a variação foi de 3,39% e nos dois primeiros meses de 2019, de 4,36%.

O trabalhador ludovicense cuja remuneração equivale ao salário mínimo necessitou cumprir jornada de trabalho de 81 horas e 18 minutos, em fevereiro de 2019, para comprar a cesta. Em janeiro, o tempo necessário foi de 78 horas e 00 minuto. Já em fevereiro de 2018, a jornada média foi de 82 horas e 16 minutos.

Em fevereiro de 2019, o custo da cesta em São Luís comprometeu 40,17% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários), percentual maior do que o de janeiro, quando ficou em 38,54%. Em fevereiro de 2018, representava 40,65%. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Safra - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima uma colheita de 5,035 milhões de toneladas de grãos no Maranhão na safra 2018/19, mas isto representará uma queda de 9,9% na comparação com a anterior, que foi de 5,585 milhões. Quanto à área plantada, a diminuição será de 2,7%, pois foram 1,818 milhão de hectares na safra contra 1,770 milhão deste ano. Houve queda também de 9,9% na produtividade, pois na safra anterior ela foi de 3.071 quilos por hectare e este ano será de 2.844 quilos/ha. 

Têxtil - O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil (Senai Cetiqt) segue com inscrições abertas, até 17 de março, para o Master Business Innovation (MBI) em Indústria Avançada: Confecção 4.0 - Edição Nordeste. O curso oferece 40 vagas para representantes das grandes empresas do Setor Têxtil e de Confecção, e tem como objetivo formar profissionais capazes de elaborar projetos para implantação da Confecção 4.0, gerando processos industriais mais eficientes, produtivos e sustentáveis. 

Na visita à Fundação Antônio Dino, segunda-feira (11), os vereadores
Chaguinhas, Concita Pinto, Osmar Filho, Ricardo Diniz e Genival Alves
com a presidente da instituição, Enide Dino, e o seu vice,
Antônio Dino Tavares
Oportunidade - O Grupo Potiguar está com vagas abertas para a contratação de pessoas com deficiência (PCD) para trabalhar nas unidades de São Luís e Imperatriz. Os interessados devem cadastrar o currículo no site www.apotiguar.com.br na opção Trabalhe Conosco. 

Rally - A equipe do Rally dos Sertões iniciou nesta terça-feira (12), em Luis Eduardo Magalhães (BA), visitas às lavouras de soja da região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). Nesta quinta-feira (14), fará avaliação em Bom Jesus e Uruçuí, no Piauí; e Balsas no Maranhão. Domingo, encerra a etapa em Palmas (TO). Organizada pela Agroconsult, a expedição deve percorrer mais de cem mil quilômetros este ano a fim de confirmar a previsão da safra brasileira de soja, que deve ser de 116,4 milhões de toneladas. 

Benefício - Vai a votação nesta quarta-feira (13), na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, o projeto do senador Roberto Rocha (PSDB) que prevê enquadramento em crime de peculato quem receber ilegalmente benefícios do Programa Bolsa Família ou desvia dinheiro da merenda escolar em escolas públicas e auxílio alimentação a entidades filantrópicas ou comunitárias. O texto altera o Código Penal e prevê aos infratores uma pena de reclusão que vai de 4 a 14 anos, além de multa.

Nenhum comentário: