5 de mar de 2019

Apologia de Flávio Dino ao comunismo no carnaval gera reações contra e a favor de se misturar folia e política

O governador Flávio Dino (PCdoB) aproveitou o espaço montado pelo Governo do Estado, na Avenida Beira Mar, que seria para  realização de festas carnavalescas, para transformar em palanque político, onde se apresentou, no meio da multidão, fazendo propaganda dos ideais comunistas que ele diz defender, cujos símbolos estavam no boné em que usava e nos adereços de mão, uma foice e um martelo.

O boné usado pelo governador em todos os dias de folia, verde com a estrela vermelha na parte frontal, tem o mesmo modelo do usado por revolucionários cubanos liderados por Fidel Castro e Che Guevara, e passou a ser adotado pelo Exército de Cuba após o triunfo comunista.

A foice e martelo, de madeira, que ele e a primeira-dama, Daniele, seguravam numa das postagens, é o símbolo mundial do comunismo.

A aparição de Flávio Dino fazendo propaganda comunista no carnaval mereceu elogios e críticas. Alan Garcia, que integra a equipe do Ministério da Saúde e é pretenso candidato a prefeito de São Luís pelo PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, reagiu em sua conta no Twitter.

"Enquanto milhares morrem de fome na Venezuela, apresento ao Brasil este folião segurando a Foice e o Martelo, símbolo do comunismo. Pasmem, mas ele deseja ser Presidente do Brasil em 2022. Este senhor filiado ao PCdoB é o Governador do Maranhão. O que acham?", questionou.

Mas houve quem elogiasse também a performance de Flávio Dino como folião. O secretário de Esportes e Lazer, Rogério Cafeteira, comentou:

"Atualmente, são pouquíssimos os governantes no Brasil que podem, numa festa popular como é o Carnaval, ir para o meio do povão e ser festejado. Só to vendo o governador do Maranhão, @FlavioDino!!!"

Lorena Ribeiro foi outra que elogiou.

"O Maranhão é o único estado do país em que meio mundo de foliões sai de casa fantasiado de comunista e tá tudo bem, tá tudo ótimo. Ninguém xinga na rua e ainda encontra o governador pelo caminho. Maranhão é tudooo!"


Um comentário:

Helena Nunes disse...

Rogério Cafeteira tem mais é que babar já que nem conseguiu se reeleger, graças a Deus, qt a Flávio Dino mais ridículo impossível.