8 de mar de 2019

VLI conscientiza população de municípios do Maranhão e Tocantins sobre os riscos na travessia de uma ferrovia

GIRO ECONÔMICO

Para aumentar a segurança da comunidade que circula perto da linha férrea no período de voltas às aulas, a VLI promove uma série de diálogos com motoristas de transporte escolar, numa inciativa em parceria com as secretarias de Educação de 18 municípios de influência da Ferrovia Norte-Sul, localizados no Maranhão e Tocantins. A expectativa é que até a segunda quinzena de março todas as ações propostas para as cidades de Imperatriz, Davinópolis, Governador Edidson Lobão, Ribamar Fiquene, Campestre, Porto Franco e Estreito, no Maranhão, além de Aguiarnópolis, Babaçulândia, Palmeirante, Tupiratins, Guaraí, Tupirama, Rio dos Bois, Miracema e Porto Nacional, no estado do Tocantins sejam concluídas.

Os municípios de João Lisboa e São Francisco do Brejão já receberam o treinamento de segurança, contemplando 20 condutores dos 80 profissionais de transporte escolar.

“Para alertar sobre prevenção, a empresa trabalha frequentemente com campanhas de segurança, envolvendo escolas e comunidades próximas à linha férrea que administra”, explica o analista de segurança da VLI, Adão Carmo.

Gratuidade - Um projeto que estabelece a concessão de passe livre às pessoas com deficiência comprovadamente carentes no transporte de passageiros terrestre ou aéreo, sob responsabilidade direta ou indireta da União, será analisado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Como a União é responsável, indiretamente, pela aviação civil, a proposta (PL 1.252/2019) garante o cumprimento da legislação que determina cota para transportes em geral para pessoas pobres com deficiência.

Acessibilidade - Voltado para gestores culturais, produtores, pessoas com deficiência, movimentos em defesa dos direitos da pessoa com deficiência, o projeto Sesc Mãos a Obras promove o Seminário de Acessibilidade Cultura este mês. Com uma programação que contempla cinco rodas de conversa e oficinas e seis atividades artístico-culturais, as inscrições ocorrem de 12 a 17 de março pelo e-mail cultura.sescdeodoro@gmail.com ou pelo telefone 3216-3830. O Seminário inicia no dia 18 de março e segue até 30 de abril.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas (no registro
com o vice-governador Carlos Brandão), é aguardado 

nesta sexta-feira no  Maranhão para uma visita à BR 135, 

onde deverá 
anunciar retomada para recuperação do 

asfalto e a 
continuidade da duplicação 
Transparência - A pedido do Ministério Público, a Justiça determinou que o Município e a Câmara de Vereadores de Passagem Franca atualizem seus portais da Transparência. Em caso de descumprimento, ficou estipulado pagamento de multa diária de R$ 2 mil, a ser revertida ao Fundo Estadual de Proteção dos Direitos Difusos.

Patriotismo - A propósito da polêmica criada porque o ministro da Educação, Ricardo Velez Rodrigues, sugeriu que nas escolas fosse cantado o Hino Nacional na abertura do ano letivo, o empresário Francisco da Rocha diz que essa prática é adotada na Psiu, fabricante de bebidas não alcoólicas, esta prática é adotada há mais de cinco anos, sempre no primeiro dia de cada mês. Além do hino, na cerimônia cívica com os colaboradores são hasteadas as bandeiras do Brasil, do Maranhão e da empresa.

Boticário - Estão abertas até 31 de março as inscrições para o 57º Edital da Fundação Grupo Boticário – Novas Ideias para a Conservação da Natureza. Pesquisadores de todo o país podem inscrever iniciativas ligadas à conservação da biodiversidade no site www.fundacaogrupoboticario.org.br. Diferente de anos anteriores, não haverá chamada semestral, pois as inscrições serão concentradas em uma só oportunidade, o que exige atenção redobrada dos interessados. Os projetos selecionados terão apoio de R$ 2 milhões.



Nenhum comentário: