12 de abr de 2019

Deputados maranhenses elogiam fim da Cyclone Space, criada em parceria com a Ucrânia para explorar CLA

GIRO ECONÔMICO

A Alcântara Cyclone Space, criada após acordo entre Brasil e Ucrânia para lançamento de satélites comerciais a partir da Base de Alcântara foi extinta pela Câmara Federal e a decisão foi elogiada por deputados maranhenses. Eduardo Braide (PMN) lembrou que o Brasil investiu mais de R$ 480 milhões em Alcântara, mas a Ucrânia não cumpriu sua parte. “Precisamos dar andamento à transformação de Alcântara em um centro de lançamentos e para iniciar a discussão do acordo assinado com os Estados Unidos”, disse. 

Para o deputado Gastão Vieira (Pros), a proposta encerra um ciclo e permite um novo futuro para a base maranhense. “À época, muita gente acreditava que o acordo com a Ucrânia daria certo, o país detinha tecnologia para veículos de lançamento e o governo brasileiro ficou com a parte de infraestrutura. Mas esse acordo não deu certo”, destacou.

O deputado Aluísio Mendes (Pode) afirmou que o País tem a ganhar com o avanço de Alcântara. “Não podemos privar o Maranhão desse grande avanço, que é o centro de lançamentos aeroespaciais”, declarou. 

Royalties - A liberação, no mês de maio, dos royalties da mineração, que beneficia 24 municípios maranhenses cortados pela Estrada de Ferro Carajás, contempla também Bom Jesus do Tocantins, no vinho estado do Pará, com o repasse. Trata-se da única prefeitura fora do território maranhense que integra o Consórcio Intermodal da Mineração (CIM), que foi fundamental para a criação de mais esta receita aos municípios, benefício que contou com apoio incondicional do senador tucano Roberto Rocha. 

Turismo - O presidente da Federação das Indústrias (Fiema) e diretor da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Edilson Baldez, recebeu terça-feira (09) o novo secretário estadual de Turismo (Setur), Antônio José Bittencourt de Albuquerque Júnior (Catulé Júnior). Baldez destacou a necessidade de aproximar as entidades do trade turístico da Secretaria, além de um trabalho para fortalecer o turismo tanto de negócios quanto de lazer, divulgando o destino nos estados vizinhos: Piauí, Pará e Tocantins. 

Na visita à Federação das Indústrias, o secretário estadual de Turismo, 
Catulé Júnior (D), foi recebido por Edilson Baldez, que representa
também um segmento do trade turístico 
Lançamento - O reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Jhonata Almada, lança segunda-feira (15) o livro sobre dez anos da cassação de Jackson Lago, em que reúne entrevistas, reportagens, artigos e outros materiais sobre o processo que levou a interrupção do mandato do ex-governador. 

Motocicletas - Nos três primeiros meses do ano foram produzidas 276.835 motocicletas no país, um aumento de 6,6% ante igual período do ano passado, quando foram produzidas 259.587 unidades, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). As vendas no atacado também acompanharam o movimento de alta no primeiro trimestre, somando 270.641 motos comercializadas, uma alta de 15,7% ante mesmo período de 2018 (234.010). 

Indústria - O Indicador Ipea Mensal de Consumo Aparente de Bens Industriais, que mede a demanda interna por bens do setor industrial, registrou um recuo de 0,9% em fevereiro, frente ao mês anterior. A análise foi divulgada nesta quinta-feira (11), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Na comparação com fevereiro de 2018, o indicador permaneceu estável – ou seja, teve um desempenho pior que a alta de 1,9% da produção industrial medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nenhum comentário: