11 de abr de 2019

Processado por deputada do PT, Danilo Gentilli diz que prefere ir para cadeia a ter de se ajoelhar para patrulha

Imagem relacionadaCondenado a seis anos e 28 dias de prisão após responder processo aberto pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), o humorista e apresentador de TV Danilo Gentilli disse, nesta quarta-feira (10), que prefere ir para a cadeia a "a me ajoelhar para a patrulha”. 

Ele considera sua condenação injusta, ainda mais porque a ação foi sustentada com dinheiro público, já que a parlamentar petista recorreu à assessoria jurídica da Câmara.

Gentilli teria postado um comentário, em 2016, considerado ofensivo pela deputada e ao receber uma moção de repúdio da parlamentar, rasgou o documento, esfregou nas partes íntimas e postou de volta à remetente.

Resultado de imagem para maria do rosarioEle lembra que numa das audiências, Maria do Rosário chorou e o acusou de “covardia” por postar um vídeo contra ela para seus milhões de seguidores. Em resposta, “eu disse que era uma covardia grande mesmo, tinha uma pessoa usando a máquina do Estado para esmagar a liberdade de expressão do cidadão”. 

Segundo Gentilli, “ela (Maria do Rosário) me processou usando meu dinheiro, vou para a cadeia com o meu dinheiro.” Ele pode recorrer da decisão em liberdade e ter a pena revertida. “Eu não acho que fiz nada de errado. Às vezes é uma obrigação desrespeitar a patrulha e o autoritarismo”. Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.
(Com informações da Jovem Pan)

Nenhum comentário: