27 de jun. de 2019

São Bolsonaro opera o primeiro milagre: a aproximação do ex-presidente José Sarney e o governador Flávio Dino

Flávio Dino insiste em dizer que foi ao encontro do ex-presidente José Sarney porque está preocupado com a crise brasileira.

"Hoje conversei com o ex-presidente José Sarney sobre quadro nacional. Apresentei a ele a minha avaliação de que a democracia brasileira corre perigo, em face dos graves fatos que estamos assistindo. Já estive com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique, com a mesma preocupação", justificou o governador.

Não falta no Maranhão gente que acredita em tudo o que o governador fala e endossa todos os seus atos a ponto do maior defeito se transformar na maior virtude e a maior mentira na mais absoluta verdade, portanto não adianta buscar evidências e provas sobre o que teriam conversado esses dois líderes que até semana passada vinham se alfinetando pelos artigos dominicais.

Mas suponhamos que seja verdadeira a afirmação de Flávio Dino sobre o motivo desse encontro: "os graves fatos que estamos assistindo". Graves fatos tem nome e se chama Jair Bolsonaro, ou seja, o medo do presidente fez com que dois adversários que pareciam irreconciliáveis se unissem em busca de uma causa nobre. Se foi isso, então temos um milagre operado por São Bolsonaro. 

Nenhum comentário: