11 de jul de 2019

Apesar de serem de oposição, PDT e PSB deram 11 votos para a aprovação do projeto da Reforma da Previdência

Embora sejam considerados partidos de oposição, PDT e PSB deram 11 votos - um deles do Maranhão, de Gil Cutrim (foto) - para aprovação do texto-base da Reforma da Previdência aprovado nesta quarta-feira (10), por 379 votos contra 131.

A maioria dos “rebeldes” são do PSB, que entregou 11 votos pela reforma. Contrariamente à posição do partido, votaram a favor do texto Átila Lira (PI), Emidinho Madeira (MG), Felipe Carreras (PE), Felipe Rigoni (ES), Jefferson Campos (SP), Liziane Bayer (RS), Luiz Flavio Gomes (SP), Rodrigo Agostinho (SP), Rodrigo Coelho (SC), Rosana Valle (SP) e Ted Conti (ES).

Já o PDT, que chegou a ameaçar os “traidores” de expulsão do partido, entregou oito votos pela aprovação da reforma: Alex Santana (BA), Flavio Nogueira (PI), Gil Cutrim (MA), Jesus Sérgio (AC), Marlon Santos (RS), Silvia Cristina (RO), Subtenente Gonzaga (MG) e Tabata Amaral (SP).

Nenhum comentário: