8 de jul de 2019

Para Hildo Rocha, pretensão de Flávio Dino para suceder Jair Bolsonaro é legítima, mas precisa mostrar serviço

Ao conceder entrevista ao programa Nova Manhã nesta segunda-feira (08) na Nova FM (93.1), o deputado federal Hildo Rocha (MDB), ao ser indagado sobre uma possível candidatura do governo Flávio Dino (PCdoB) a presidente da República em 2022, disse que esta pretensão é legítima, pois tem mais de 35 anos, é filiado a um partido político e não tem impedimento legal, por não ser ficha suja.

Reunindo essas condições, analisa o deputado, pode sim pretender vir a candidatar a sucessor de Jair Bolsonaro, mas para chegar ao Palácio do Planalto precisa apresentar ao povo brasileiro sua folha de serviços como gestor público e costurar as alianças partidárias.

Neste domingo (07), o jornalista Germano Oliveira, que assina a coluna Brasil Confidencial na revista Istoé, disse que as pretensões de Dino esbarram, por enquanto, em dois empecilhos, o ex-presidente Lula, que insiste em indicar novamente Fernando Haddad, e o fraco desempenho do seu governo. Leia mais em MARANHÃO HOJE.

Nenhum comentário: