11 de jul de 2019

Zé Carlos, Bira do Pindaré e Márcio Jerry justificam voto com reforma da Previdência; Eduardo Baide silencia

Resultado de imagem para ze carlos e bira
Zé Carlos (E) e Bira do Pindaré votaram com o projeto da reforma
Dos quatro deputados pelo Maranhão que votaram contra a reforma da Previdência nesta quarta-feira (10), apenas Eduardo Braide (PMN) ainda não justificou o porquê de sua decisão. Ele é uma das maiores surpresas nesta votação, e, incompreendido por muitos, vem sendo duramente criticado nas redes sociais.

Bira do Pindaré (PSB) disse que votou contra porque "é injusta e cruel com os professores, com o garçom, o gari, os trabalhadores e trabalhadoras rurais, policiais, porteiros, motoristas, pedreiros e etc". Numa segunda postagem em página no Twitter, ele complementa sua justificativa: "Não fui eleito para aprovar uma PEC que vai fazer as trabalhadoras/es trabalharem até a morte. A nossa luta continua firme e do mesmo lado de sempre, do povo!

Zé Carlos (PT) também postou uma explicação sobre porque "meu voto foi NÃO!". Segundo ele, "quem sairá lucrando com esse retrocesso serão os grandes empresários. Esse é o golpe mais perverso já praticado contra os trabalhadores brasileiros", diss o parlamentar petista que por muitos anos foi superintendente estadual da Caixa Econômica Federal.

Por sua vez, o deputado Márcio Jerry (PCdoB) disse que perde uma votação, mas "jamais perco a coerência e compromisso com nosso povo trabalhador. Com muito orgulho votei contra essa reforma que deforma a previdência. Luta que segue".

Nenhum comentário: