31 de ago. de 2019

Wilson Witzel vem ao Maranhão e leva sete prefeitos de partidos aliados a Flávio Dino para fortalecer o PSC

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, reconhecido como um dos assumidos e influentes políticos de direita no Brasil, dono de um discurso belicista para enfrentamento da criminalidade, veio a São Luís nesta sexta-feira (30)  para prestigiar a cerimônia de filiação do deputado federal Aluísio Mendes ao PSC, partido do qual é presidente honra, e fez um estrago na base política do governador Flávio Dino.

Dos 14 prefeitos que trocaram de legenda para entrar no time de Witzel, oito, isto é, mais de 50%, são considerados de partidos de esquerda, todos eleitos com apoio do governador em 2016, sendo que só do PCdoB foram três que abandonaram o discurso comunista de Flávio Dino. O PDT perdeu dois prefeitos para o governador do Rio e o PSB, também três.

Witzel saudou os novos filiados e ressaltou a importância de zelarem pelos princípios de transparência e governança que ditam os rumos do PSC. Ele é um dos potenciais pré-candidato a presidente em 2022, embora seja um dos maiores aliados do presidente Jair Bolsonaro. Leia reportagem em MARANHÃO HOJE.

Eis a relação dos prefeitos que trocaram de partido para entrar no PSC:

  • Araioses – Cristino Gonçalves de Araújo (PSDC)
  • Bacuri - Washington Luís Oliveira (PDT)
  • Bacurituba – José Ribeiro Sisto de Oliveira (PDT)
  • Bela Vista do Maranhão – Orias (PCdoB)
  • Belágua – Herlon Costa Lima (PTN)
  • Boa Vista do Gurupi – Antônio Batista de Oliveira (PSDB)
  • Bom Jardim – Francisco Alves de Araújo (PSDB)
  • Buriti – Lourinaldo Batista da Silva, o Naldo Batista (PCdoB)
  • Central do Maranhão – Epitácio Azevedo Flor (PSB)
  • Mirinzal – Jadilson dos Santos Coelho (PSB)
  • Paulino Neves – Roberto Silva Maues (PP)
  • Peritoró – Josias Lima Oliveira, o Padre Josias (PTN)
  • Senador Alexandre Costa – Orlando Mauro Sousa Arouche, o Dr. orlando (PCdoB)
  • Serrano do Maranhão – Jonhson Medeiros Rodrigues, o Maguila (PSB)

Nenhum comentário: