22 de out. de 2019

Programa voltado para mulher empreendedora é criado pela Prefeitura de Caxias em parceria com o Senac

GIRO ECONÔMICO

Como forma de incentivar o empreendedorismo, foi lançado em Caxias, o Programa Mais Renda Mulher, fruto de uma parceria entre a prefeitura municipal e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), órgão vinculado ao Sistema Federação do Comércio (Fecomercio). O programa, que possibilita às mulheres caxienses investirem no próprio empreendimento, devendo na primeira etapa serem selecionadas 50 pretendentes a empreendedora.

Cada uma recebe a quantia de R$ 500,00 e os critérios para participar são os seguintes: ter, no mínimo, 18 anos; estar ligada ao Cadastro Único do Governo Federal; ser residente no município de Caxias; não possuir vínculo empregatício com a Prefeitura de Caxias; e escolaridade mínima de Ensino Fundamental ou Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI).

Para Rosilene Bonfim, gerente do Senac em Caxias, a iniciativa vai estimular o comércio da cidade, trazendo maior desenvolvimento econômico. “O Senac vai entrar com a capacitação. Além da qualificação, as mulheres caxienses vão ter oportunidade de empreender. Hoje, lançando esse programa, a prefeitura de Caxias está de parabéns”, diz.

Portabilidade - Está marcada para esta quarta-feira (23) a instalação da comissão especial que irá analisar o Projeto de Lei 1917/15, que prevê a portabilidade da conta de luz, a fim de permitir os consumidores optarem entre diferentes fornecedores no mercado de energia elétrica. A proposta chegou a ser analisada por uma comissão especial ano passado, mas o relatório não foi votado e acabou sendo arquivada ao final da legislatura. O texto foi desarquivado a pedido do deputado Rodrigo de Castro (PSDB-MG), único dos autores reeleito.

Expoema - Ao participar neste domingo (20), da abertura da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), o vice-governador, Carlos Brandão, disse que o Governo do Estado manteve-se parceiro da Associação dos Criadores, a exemplo do apoio que dá às exposições de Balsas, Imperatriz, Açailândia e Grajaú. “A Expoema fortalece o setor primário ao focar na produção de conhecimento, possibilita a troca de experiências entre os produtores e criadores, gera oportunidades de negócios e também favorece a economia informal, por isso conta com o nosso integral apoio”, disse ele.

Debate sobre BRT - A Federação do Comércio realiza nesta quinta-feira (24), um debate com o presidente da Agência de Mobilidade Urbana (MOB), Lawrence Pereira, sobre a implantação do BTR em São Luís, que vai integrar a capital com outros municípios da Ilha.

Alcântara - Pelo acordo dos líderes partidários, semana passada, a votação do Projeto de Decreto Legislativo que contém o acordo de salvaguardas tecnológicas relacionadas a lançamentos de satélites a partir da base de Alcântara (MA), assinado entre Brasil e Estados Unidos em março deste ano, será votado nesta terça-feira (21). Pelo acordo, a matéria será o primeiro item da pauta, e a oposição não fará obstrução, garantindo-se a votação dos destaques apresentados ao texto. A fase de discussão do texto foi encerrada.

Milho - Em operação a ser realizada nesta quarta-feira (23), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) colocará à venda 50 mil toneladas de milho em grãos, a granel, para apoiar os criadores de animais que utilizam o produto na ração animal. Com as operações de leilão, abre-se a possibilidade para que esses criadores formem os estoques necessários, já que o Programa de Vendas em Balcão (ProVB), que oferta o milho removido por frete a Unidades da Conab no país, tem quantidade de venda limitada por produtor.

Nenhum comentário: