9 de jan. de 2020

Bolsonaro usa recorte de jornal para mostrar que Lula mentiu ao negar defesa para o Irã enriquecer urânio

O presidente Jair Bolsonaro utilizou um recorte do jornal O Globo de 2009 para provar que seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu o "direito" do Irã enriquecer urânio acima do limite tolerável para fins pacíficos tal como afirmara quarta-feira (08) ao rebater as críticas do petista, que o chamou de lambe botas de Donald Trump por ter se aliado aos Estados Unidos na luta contra o regime iraniano. 

Sobre a fala de Bolsonaro o Instituto Lula saij em defesa do ex-presidente e classificou a denúncia de mentira:

“Ele mentiu ao dizer que Lula, enquanto presidente da República, esteve no Irã e defendeu que o país pudesse enriquecer urânio acima de 20%”, alertou o Instituto Lula.

Com a prova da notícia, Bolsonaro quis passar para o Brasil a mensagem sobre quem fala mais verdade e quem mente em demasia.

Nenhum comentário: