4 de jan. de 2020

Advogado Daniel Blume assume presidência da Academia Ludovicense de Letras, mas a posse festiva será em março

O escritor, poeta e advogado Daniel Blume Pereira de Almeida é o novo presidente da Academia Ludovicense de Letras (ALL), instituição à qual está filiado desde 2014. Ele sucede o pesquisador e historiador Antônio Norberto.

A posse formal ocorreu quarta-feira (1º), porém uma segunda está marcada para o mês de março, quando pretende realizar grande evento, que contará com participação de intelectuais e outras personalidades dos meios jurídico, político, jornalístico etc, aos quais apresentará suas propostas para fortalecer o movimento cultural da capital e do Estado como um todo.

Na ALL, Daniel Blume ocupa a cadeira de número 15, que tem como patrono Raimundo da Mota de Azevedo Correia, escritor com naturalidade maranhense porque nasceu a bordo de um navio ancorado na Baía de São Marcos. Sobre sua terra natal, Raimundo Correia escreveu: "Sou um homem sem pátria; nasci no Oceano". Ele é autor, dentro outros, dos livros Primeiros Sonhos, com o qual se apresentou o meio literário, e Sinfonias.

Daniel Blume com o escritor português Artur Anselmo,
ex-presidente da Academia das Ciências de Lisboa
Além da Literatura, Blume é militante do Direito, como procurador do Estado do Maranhão e professor da Escola Superior da Advocacia (ESA), pertencente à seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), entidade pela qual é conselheiro federal da OAB.

Em 2018, recebeu do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) a "Medalha do Mérito Judiciário Antonio Rodrigues Vellozo", em reconhecimento aos bons trabalhos em favor da distribuição da Justiça aos maranhenses.


Nenhum comentário: