22 de jan. de 2020

Luciano Huck e seu vice, Flávio Dino, não foram sequer lembrados na pesquisa da CNT/MDA para presidente

Surpresa maior na pesquisa CNT/MDA do que o baixo desempenho do ex-presidente Lula (PT) em comparação ao presidente Jair Bolsonaro, foi a baixa menção ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro,  lembrado por apenas 2,4% para uma disputa presidencial em 2022.

Já o apresentador de TV Luciano Huck e o seu cotado para vice, o governador Flávio Dino (PCdoB), sequer foram lembrados e se foram estão no bolo dos "outros", que têm 5%.

Leia mais:
Bolsonaro derrotaria Lula em eleição presidencial com mais de 12 pontos de diferença, segundo pesquisa CNT/MDA


De acordo com a pesquisa, se a eleição fosse hoje, Jair Bolsonaro 29,1% dos votos; o ex-presidente Lula, 17%; o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), 3,5%; o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro teria 2,4%. Fernando Haddad (PT) foi lem rado por 2,3% das intenções de voto.

Nesse mesmo cenário, os votos brancos seriam 10,5% e os indecisos 30,2%.

Nenhum comentário: