17 de jan. de 2020

Pior do que o ex-secretário de Cultura Roberto Alvim citar discurso de Joseph Gouebbels foi Lula elogiar Adolf Hitler

Resultado de imagem para lula elogia hitler"
Causou a maior polêmica nesta sexta-feira (17) o vídeo postado pelo ex-secretário nacional de Cultural, Roberto Alvim, que, para anunciar o lançamento do edital do Prêmio Nacional das Artes, citou trechos de um discurso do ministro da Propaganda do Nazismo, Joseph Gouebbels, e isto acabou resultando na sua demissão pelo presidente Jair Bolsonaro. A esquerda, então, caiu matando, mas o que muita gente ignora é o elogio feito pelo ex-presidente Lula, em 1979, ao chefe do Nazismo, Adolf Hitler.

Leia mais:

Em 1974, a Folha de São Paulo publicou uma reportagem lembrando que julho de 1979, quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista e articulava a criação do PT, Lula deu uma entrevista à revista Playboy, na qual citou o carrasco nazista e o aiatolá Khomeini, do Irã, como duas figuras políticas pelas quais mais nutria admiração.
O então sindicalista elogiou a "disposição, força e dedicação" de Hitler e afirmou: "O Hitler, mesmo errado, tinha aquilo que eu admiro num homem, o fogo de se propor a fazer alguma coisa e tentar fazer".

Sobre Khomeini, Lula disse: "Eu não conheço muita coisa sobre o Irã, mas a força que o Khomeini mostrou, a determinação de acabar com aquele regime do xá foi um negócio sério".

A lista de figuras admiradas por Lula em 1979 incluia ainda Tiradentes, Gandhi, Che Guevara, Fidel Castro e Mao Tsé-Tung. Ele afirmou que não era "coincidência" o fato de todos eles terem lutado para derrubar governos.

Nenhum comentário: