21 de jan. de 2020

Vale pretende economizar mais de R$ 900 milhões em energia elétrica em suas operações em todo o mundo

Resultado de imagem para vale.aquilesemir"GIRO ECONÔMICO

A mineradora Vale vai estender o uso do equipamento SmartEnergy nas suas operações no mundo e espera, em dez anos, num cenário intermediário, economizar R$ 920 milhões com energia elétrica. Neste cenário, calcula-se um corte de 120 mil toneladas de GEE/ano, o que representa às emissões relativas ao consumo médio de 14,4 mil casas por ano. Para o cálculo, foram consideradas variáveis como custo da energia elétrica, preços do minério de ferro, níquel e cobre e a produção da Vale. 

A longo prazo, o projeto também terá foco na redução dos demais combustíveis utilizados pela Vale, como diesel, gás natural e o bunker usado nos navios mineraleiros. Portanto, o potencial de redução de emissões é ainda maior. A empresa vai investir R$ 20 milhões na instalação do equipamento.

Em reunião recente com investidores em Nova York e Londres, a empresa anunciou meta de longo prazo de neutralizar as emissões de CO2 de suas operações até 2050 e também a revisão da sua meta de redução de emissão até 2030, a fim de alinhá-la ao Acordo de Paris. O percentual de corte será anunciado no primeiro semestre de 2020. 

Negócios da China - A Federação do Comércio, em parceria com a Secretaria de Indústria, Comércio e Energia, realiza, nesta terça-feira (21), em São Luís, e na quarta (22), em Imperatriz, o Workshop “Como importar da China”. O facilitador é o especialista em mercado chinês Lincoln Fracari, fundador da China Link Trading, referência em negócio com a Ásia. O curso visa a destacar os principais caminhos para importação de produtos industriais chineses e orientar empresários sobre como fazer negócios com a China. 

Seletivo de Sesi e Senai - O Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) realizam dia 26 em São Luís, Pinheiro, Rosário, Imperatriz, Açailândia e Caxias seletivos para contratação de profissionais de Ensino Médio e Superior, com salários que variam de R$ 1.751,01 a R$ 4.126,337. As vagas são para os cargos de Analista Superior I (Biblioteconomia e Informática), Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental (matemática e pedagogia) e Profissional Especialista de Esporte e Lazer. 

O presidente da Associação Comercial, Cristiano Fernandes, entregando
a José Arteiro da Silva, presidente da Fecomércio, convite
para sua posse, em fevereiro. Ainda no registro, Max Madeiros (E),
Magnólia Rolim e Fernando Duailibe
Comitê das entidades patronais - O presidente da Federação do Comércio, José Arteiro da Silva, foi o primeiro convidados pelo novo dirigente da Associação Comercial do Maranhão, Cristiano Fernandes, para integrar o comitê das entidades empresariais com vistas ao fortalecimento da classe empreendedora maranhense. 

Ações culturais - O reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, e o secretário estadual da Cultura, Anderson Lindoso, em encontro realizado sexta-feira (17), debateram parcerias visando a ações conjuntas para projetar a cultura regional. Dentre os projetos a serem desenvolvidos estão Palacete Interativo, Virada Cultural, Prêmio UFMA de Cultura (Pintura, Escultura, Música, Teatro, Dança, Audiovisual e Fotografia), Uni Reggae, Programa de Ação Cultural do Bacanga e o Festival Guarnicê de Cinema. 

Financiamento de imóveis - Devido à aceitação por parte dos mutuários e também à grande adesão de instituições financeiras à modalidade de financiamento habitacional vinculada ao Índice de Preços para o Consumidor Amplo (IPCA), visando aumentar ainda mais o seu portfólio e também novos contratos, a Caixa planeja agora uma linha de financiamento com juros pré-fixados. A ideia é entregar ao mutuário um financiamento habitacional no qual ele saiba o valor da primeira e da última prestação e possa compreender sem qualquer ressalva quanto efetivamente pagará para o banco.

Nenhum comentário: