16 de fev. de 2020

Conab define tabela com novos preços mínimos para arroz a serem praticados na safra deste ano

GIRO ECONÔMICO

O novo preço mínimo da saca de 50 quilos do arroz cultivado no Maranhão na safra 2019/2020 passou para R$ 47,55 com o reajuste de 10,04%, mesmo percentual para os demais estados, com exceção do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde o grão foi reajustado para R$ 39,63, uma alta de 8,75%. 

Os valores foram levantados na última quinta-feira (13) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e publicados no Diário Oficial em julho do ano passado, mas só começam a valer a partir deste mês, quando inicia a colheita do produto. A abertura inclusive foi celebrada em evento, na última quarta-feira (12), no município gaúcho de Capão do Leão, com participação de diversos agentes ligados ao setor orizícola.

No encontro, o gerente de Fibras e Alimentos Básicos da Conab, Sérgio dos Santos, ressaltou que o baixo estoque de passagem, a alta do dólar e outros fatores devem manter o cenário favorável ao produtor, mesmo com o auge da colheita em março. 

Custo da passagem - Entram em vigor neste domingo (16) as novas tarifas de transporte coletivo e isto significa dizer que a segunda-feira será de recálculos nas empresas para definir seus gastos com pessoal, já que, apesar da chiadeira dos trabalhadores, os empregadores pagam a conta maior, pois do trabalhador deve ser descontado até 6%, ou seja, só pesaria no bolso dos quem têm alta remuneração. Para a tarifa mais alta, R$ 3,70, a despesa mensal do trabalhador será de R$ 62,7 e do empregador, R$ 129,7. 

Telefonia 5G - A Federação das Indústrias (Fiema) entregou ao vereador Ricardo Diniz uma minuta da Lei de Antenas para embasar os trabalhos da Câmara Municipal na implantação da telefonia 5G em São Luís. A Lei de Antenas vai desburocratizar instalação de equipamentos com vistas à ampliação da infraestrutura de telecomunicações, o que dará condição de propagar banda larga e a chegada do 5G. A exemplo da CNI, a Fiema pede urgência nesse pleito e defende apenas um órgão para licenciar antenas nos municípios. 

O presidente da Associação Comercial do Maranhão, Cristiano
Fernandes (C) com os dirigentes do Senac Daniela Nogueira (diretora
de Educação Profissional) e José Ahirton Lopes (diretor regional)
firmando parceria para lançamento no Maranhão do Senac Comércio
Faculdade de Segurança - Sérgio Tamer comemora o aumeno na procura pelo curso de graduação em Segurança Pública que a SVT Faculdade, por ele presidida, inicia a partir de março. O curso formará especialistas para atuar numa das áreas mais sensíveis da população, que tem direito à vida, à integridade física, sossego etc. 

Senac Comércio - Na Federação do Comércio as atenções estão voltadas para o lançamento, terça-feira (18), do Senac Comércio, programa criado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial com vistas a estimular as vendas nos estabelecimentos comerciais e que no Maranhão conta com apoio da Federação das Indústrias (Fiema), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial do Maranhão (ACM) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA). 

Doação de ambulâncias - A VLI entregou, na última quarta-feira (12), duas ambulâncias para os municípios de Esperantinópolis e Cedral. A doação dos veículos, assim como outras oito ambulâncias a serem doadas ainda neste semestre, faz parte de uma contrapartida social do Mais Logística – programa de incentivo fiscal promovido pela Secretaria de Estado de Indústria e Comércio. As viaturas têm capacidade para serem utilizadas como Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade Semi-Intensiva.

Nenhum comentário: