30 de mar. de 2020

Governo nega autorização para funcionamento dos estabelecimentos comerciais por causa do coronavírus

Apesar da proibição do governo, em bairros da periferia de São Luís 
donos de lojas não resistiram começar à segunda semana com portas
fechadas e reabriram seus estabelecimentos nesta segunda-feira
GIRO ECONÔMICO

Em resposta ao ofício protocolado, sexta-feira (27), pelos presidentes das entidades que representam o setor empresarial para uma volta gradativa do funcionamento do comércio em São Luís, o secretário de Indústria e Comércio e Energia, Simplício Araújo, em comunicado publicado nesta segunda-feira (30), disse que nada muda, ou seja, prevalece a suspensão das atividades descriminadas no decreto 35.667 do governador Flávio Dino.

Diz o comunicado:

Em virtude de diversas consultas realizadas por estabelecimentos comerciais, a Secretaria de Industria, Comércio e Energia (Seinc) comunica que:
Devido à crise causada pela pandemia do COVID-19, continuam em vigor as restrições estabelecidas pelos decretos 35.667 e 35.668 que normatizam o funcionamento de segmentos comerciais no Maranhão.
A continuidade do isolamento é fundamental para diminuir a velocidade de contágio da doença.
O Governo do Maranhão continua aberto ao diálogo e recolhendo possíveis sugestões às atuais determinações.
Informações , conte com nosso plantão no WhatsApp : (098) 99241-4967.

São Luís, 29 de Março de 2020

Simplício Araújo
Secretário de Industria, Comércio e Energia do Maranhão
http://www.seinc.ma.gov.br/2020/03/comunicado/

Apesar do comunicado, diversos estabelecimentos em vários bairros da capital abriram, alguns disfarçando o atendimento.

Santa Rita - Que não se perca pela profissão de médico, mas o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (Patriota), por pouco não furou o decreto do governador Flávio Dino (PCdoB), ao decretar, sexta-feira (27), a reabertura do comercio em seu município, o que deveria ocorrer já nesta segunda-feira (30), mas a medida foi barrada na Justiça. Numa das considerações para justificar o seu ato, o prefeito diz que Santa Rita não tem registro de nenhum caso confirmado de pessoa infectada pelo Covid-19, portanto o poder público municipal pode tomar medidas temporárias.

Inflação do aluguel - O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, teve inflação de 1,24% em março deste ano. Com a taxa, o índice acumula taxas de 1,69% no ano e de 6,81% em 12 meses, segundo dados divulgados hoje (30) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Em fevereiro, o IGP-M registrou deflação (queda de preços) de 0,04%. A alta da taxa foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que teve inflação de 1,76% em março ante uma deflação de 0,19% em fevereiro.

Lojistas entregam placa de agradecimento a ex-secretário de ...
Empresários do setor empresarial esperavam convencer o secretário de
Indústria e Comércio, Simplécio Araújo (segundo à esquerda), a conseguir
junto ao governador Flávio Dino a flexibilização do funcionamento do
comércio, mas ele despachou no sentido contrário
Ensino à distância - Para aqueles que sonham em ter uma formação de nível superior e para os já formados mas que buscam uma pós-graduação, a educação a distância (EAD) tem sido a melhor opção para começar ou retomar os estudos e se especializar cada vez mais. Prova disso, é o aumento nas matrículas de cursos EAD. De acordo com o último Censo da Educação a Distância realizado pelo Ministério da Educação (MEC), no Brasil já existem quase 1,5 milhão de pessoas que escolheram estudar na modalidade EAD.

Leia mais
Educação a distância: flexibilidade no ensino faz com que estudantes escolham essa opção


Vacinação contra H1N1 - Nem mesmo em dias de futebol o movimento no entorno do Estádio Castelão é tão intenso quanto foi nesta segunda-feira (30) no Complexo Esportivo do Outeiro da Cruz, onde, desde as primeiras horas da manhã, a fila de veículos com pessoas para se vacinarem contra o vírus da H1N1 dava a volta no Estádio Castelão. Muita gente foi buscar a prevenção imaginando que desta forma estaria se protegendo contra o Covid-19, que causa a coronavírus, mas a campanha era contra outro, tão mortal quanto o mais badalado neste momento.

Auditoria em Câmara Municipal - O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou a realização de auditorias na Câmara Municipal de Paço do Lumiar para investigar três supostas irregularidades de contratação de empresas para prestação de serviços. Uma das denúncias é com relação ao contrato com a construtora CF Ferreira, contratada para serviços de reforma das instalações físicas do parlamento; a segunda, tem como alvo a agência de publicidade Clara Comunicação, contratada sem licitação para prestação de serviços de propaganda; e a terceira denúncia se refere ao contrato com a Rampa, empresa especializada no fornecimento de material de expediente.

Nenhum comentário: