2 de abr. de 2020

Ao falar do risco de inviabilização de Sesi e Senai, Edilson Baldez lembra como órgãos ajudam combater coronavírus

GIRO ECONÔMICO

Ao repercutir o alerta da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) sobre os riscos de inviabilização dos serviços prestados pelo Sesi e pelo Senai com a redução da contribuição pelas empresas ao Sistema S, o presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Edilson Baldez, chama atenção para o fato de que, nos últimos meses, os dois órgãos têm realizado no Maranhão diversas ações voltadas para o combate ao coronavírus e ao fortalecimento da economia e a geração de empregos.

O Sesi, por exemplo, disponibilizou ao Governo do Estado toda sua estrutura de unidades fixas e móveis para a campanha de vacinação do H1N1 e o Senai está produzindo máscaras para destinar a médicos e técnicos que atuam na área de saúde, em apoio ao combate do coronavírus,

Leia mais
“Grande parte do importante trabalho desenvolvido pelas duas entidades terá que ser descontinuada, principalmente os serviços de saúde e educação – exatamente aqueles que a sociedade mais precisa neste momento de crise”, lamenta Baldez.

Abertura de lotéricas - A Advocacia-Geral da União (AGU) confirmou, junto ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), a validade de decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro que classificou igrejas, templos religiosos e casas lotéricas como serviços essenciais durante a pandemia da Covid-19. A pedido da Procuradoria-Regional da União da 2ª Região, o presidente do tribunal, desembargador Reis Friede, suspendeu os efeitos de uma liminar concedida semana passada pela 1ª Vara Federal de Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense, que impedia a classificação dos locais como essenciais. No pedido para que a liminar fosse suspensa, os advogados da AGU sustentaram que o fechamento das casas lotéricas limitaria o acesso de milhares de brasileiros a serviços bancários básicos.

Receita em queda - A arrecadação das receitas federais, que chegou a registrar recorde em janeiro, apresentou queda em fevereiro, totalizando R$ 116,430 bilhões, com queda real (descontada a inflação) de 2,71%, na comparação com o mesmo mês de 2019. Esse foi o menor resultado para o mês desde 2018, quando chegou a R$ 113,586 bilhões, em valores corrigidos pela inflação. As receitas administradas pela Receita Federal, como impostos e contribuições federais, chegaram a R$ 112,141 bilhões, resultando em queda real de 4,55%. Já as receitas administradas por outros órgãos, principalmente royalties do petróleo, totalizaram R$ 4,289 bilhões, com expansão de 95,95%.

Suspensão de aulas presenciais e isolamento por causa do coronavírus
 fortalecem ensino à distância. Saiba mais como encontrar um curso
que atende as suas expectativas em Maranhão Hoje
Juntas comerciais - Fruto de parceria entre o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI e o Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração – DREI, as Juntas Comerciais poderão emitir Certidões Simplificadas em formato PDF assinadas digitalmente com certificado no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. As certidões também poderão ser emitidas em formato de Certificado de Atributo conforme regulamentado pela Infraestrutura. A inovação foi publicada na Instrução Normativa nº 78 do DREI, na edição do dia 2 de abril do Diário Oficial da União.

Isolamento social - No artigo "O Maranhão tem liderança", em que defende as ações do governador Flávio Dino para manter o isolamento social, o vice-governador Carlos Brandão diz como vem administração esta questão em casa. "Eu, particularmente, mantenho, em Brasília, minha esposa e meus filhos; e, em São Luís, dona Heloísa (minha mãe, que faz parte do grupo de risco), em completa segurança. Desfrutaremos de momentos mais tranquilos em breve. E, assim, esperamos que todos ajam, conforme preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS) e os principais especialistas sanitários do mundo", diz ele.

Leia mais
O Maranhão tem liderança


Capacitação de turismo  - O Ministério do Turismo selecionou alguns cursos online de marketing e inteligência, que podem ser usados nos negócios relacionados ao turismo como agências de viagem, meios de hospedagem, restaurantes, etc para esse período de isolamento social. O curso de Gestor de Turismo, por exemplo, abrange assuntos como planejamento, elaboração de projetos, programas e ações, negociação, inovação e empreendedorismo. A capacitação, que já tem mais de 16 mil inscritos até agora, é gratuita e o aluno acessa videoaulas e atividades por meio de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphones, tablets ou computadores. Clique AQUI para iniciar o curso.

Nenhum comentário: