3 de abr. de 2020

Após Mandetta sugerir uso de máscaras artesanais, maranhenses correm às lojas de tecido para fazer as suas

Um dia após o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ter orientado as pessoas a recorrerem a máscaras artesanais para evitarem a transmissão do Covid-19, causador do coronavírus, milhares de pessoas foram às ruas nesta sexta-feira (03) em busca de um estabelecimento comercial onde pudessem comprar tecido a fim de confeccionar o seu protetor.

Não foi fácil, pois, afinal de contas, com as lojas proibidas de funcionar, poucas estavam disponíveis para atender esses clientes, e ainda assim porque estavam incorrendo em ilegalidade, mas Maranhão Hoje flagrou, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro da Cohab-Anil, uma loja onde dezenas de pessoas se concentravam à sua porta, já que a entrada estava sendo controlada a fim de evitar aglomeração.

É a corrida do povo contra o vírus que está apavorado o mundo.

Nenhum comentário: