8 de abr. de 2020

Jair Bolsonaro critica conduta ética de médicos que não admitem o uso de hidroxicloroquina para cura de covid-19

David Uip se "esquiva" e não responde se usou cloroquina | Saúde ...Um dia após o Ministério da Saúde ter anunciado a liberação do uso da hidroxicloroquina para tratamento de coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro utilizou sua conta no Twitter para lembrar que há mais de 40 dias vem defendendo esse procedimento, e criticou "dois renomados médicos" - David Uip (foto), que assessora o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e Roberto Kalil, do Hospital Sírio Libanês - ambos entrevistados no Brasil Urgente por José Luiz Datena, mas ao serem indagados se recorreram ao medicamento se recusaram a responder.

Leia mais
Ministério da Saúde autoriza aplicação de hidroxicloroquina em pacientes de coronavírus


"Seriam questões políticas, já que um pertence à equipe do Governo de SP?", indaga o presidente sobre a conduta de David, e acrescenta: "esse segredo não combina com o juramente de Hipócrates que fizeram".

Seguem as postagens do presidente:


1- Há 40 dias venho falando do uso da Hidroxicloroquina no tratamento do COVID-19. Sempre busquei tratar da vida das pessoas em 1° lugar, mas também se preocupando em preservar empregos. Fiz, ao longo desse tempo, contato com dezenas médicos e chefes de estados de outros países.
1,3 mil
2,4 mil
11,5 mil

2- Cada vez mais o uso da Cloroquina se apresenta como algo eficaz. Dois renomados médicos no Brasil se recusaram a divulgar o que os curou da COVID-19. Seriam questões políticas, já que um pertence a equipe do Governador de SP?
372
1,4 mil
8 mil
3- Acredito que eles falem brevemente, pois esse segredo não combina com o Juramento de Hipócrates que fizeram. Que Deus ilumine esses dois profissionais, de modo que revelem para o mundo que existe um promissor remédio no Brasil.

Nenhum comentário: