5 de abr. de 2020

Governador Flávio Dino responsabiliza presidente Jair Bolsonaro pelos mais de 400 óbitos por coronavírus


Num dos mais duros ataques de um governador de estado ao presidente da República, desde que começaram as desavenças entre esses gestores após os registros dos primeiros casos de infectados por coronavírus no Brasil, Flávio Dino (PCdoB) usou sua conta no Twitter para, em duas oportunidades, responsabilizar Jair Bolsonaro (sem partido) pelos mais de 400 óbitos nesta pandemia.

A primeira insinuação deu-se na sexta-feira (03), quando os mortos ainda eram pouco mais de 300, o que mereceu resposta contundente do General Augusto Heleno, um dos mais fiéis auxiliares do presidente.

Para replicar ao general, o governador do Maranhão disse que já são "432 mortos na porta do seu capitão".

A troca de acusação entre o governador do Maranhão e uma autoridade do Governo Federal se dá num momento delicado, pois, segundo alertas do Ministério da Saúde e do Instituto Butantan, a semana que se inicia nesta segunda-feira (06) será uma das mais delicadas, pois os casos confirmados e de mortes devem medir a extensão da pandemia no país.

Isto significa dizer que a população, mais do que nunca, precisa de governantes focados no enfrentamento da doença, não em antecipação de debate sobre a sucessão presidencial, tampouco movimentações para desgastar adversários.

Leia mais:





Nenhum comentário: