24 de abr. de 2020

Sergio Moro usa de ironia para rebater insinuações de Jair Bolsonaro de que teria barganhado saída de diretor da PF

Diretor da PF deve deixar cargo e Moro tenta fazer sucessor, diz ...O ex-ministro Sergio Moro, que se desligou da pasta de Justiça e Segurança Pública nesta sexta-feira (24), reagiu com ironia no Twitter ao tentar desmentir o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que rebateu as denúncias feitas pela manhã, lançando várias acusações ao ex-auxiliar.

Leia mais
Procurador-geral da República pede ao Supremo para investigar declarações de Moro

Sobre a colocação de que o ex-diretor da Polícia Federal estava cansado e manifestando desejo de sair, Moro escreveu:

"De fato,o Diretor da PF Maurício Valeixo estava cansado de ser assediado desde agosto do ano passado pelo Presidente para ser substituído.Mas,ontem,não houve qualquer pedido de demissão,nem o decreto de exoneração passou por mim ou me foi informado".

Com relação ao pedido para adiar a demissão de Veleixo teria de set feita somente após sua indicação para o Supremo, rebateu:

"A permanência do Diretor Geral da PF, Maurício Valeixo, nunca foi utilizada como moeda de troca para minha nomeação para o STF. Aliás, se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF".

A permanência do Diretor Geral da PF, Maurício Valeixo, nunca foi utilizada como moeda de troca para minha nomeação para o STF. Aliás, se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF.

Nenhum comentário: