31 de mai. de 2020

Lula e cúpula do PT não assinam manifesto apoiado por Flávio Dino, Luciano Huck e Fernando Henrique Cardoso

O manifesto Estamos Juntos, lançado neste sábado, "em defesa da vida, da liberdade e da democracia" não conta com a assinatura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, tampouco da presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), deputada Gleisi Hoffmann. Até o meio-dia deste sábado (30), já contava com mais de 6 mil assinaturas de personalidades da ciência, da política e das artes, sendo que do Maranhão, dentre outros, assinam o governador Flávio Dino e os deputados federais Bira do Pindaré (PSB) e Márcio Jerry (PT).

Leia mais
Flávio Dino assina documento “Somos Muitos”, que lança movimento suprapartidário nos moldes do Diretas, já

O movimento defende uma frente ampla, a exemplo da formada quando do movimento Diretas Já. “Somos a maioria de brasileiras e brasileiros que apoia a independência dos poderes da República e clamamos que lideranças partidárias, prefeitos, governadores, vereadores, deputados, senadores, procuradores e juízes assumam a responsabilidade de unir a pátria e resgatar nossa identidade como nação”, afirma o manifesto.

Destacam-se entre os que assinam o manifesto Eliane Brum (jornalista); Marcos Palmeira (ator); Paulo Betti (ator); Manuela D’Ávila (jornalista e liderança do PCdoB); o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB); e o apresentador Luciano Huck.

Nenhum comentário: