15 de mai. de 2020

Transporte registrou queda de 9% em março, segundo pesquisa da Confederação Nacional de Transporte

ANTTGIRO ECONÔMICO

O setor de transporte registrou queda de 9% em março, no volume de serviços, de acordo com a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) divulgada pelo IBGE nesta semana. Essa é a segunda retração mais intensa da série histórica, ficando atrás apenas do período da paralisação dos caminhoneiros que ocorreu em maio de 2018, quando a queda foi de 9,5%.

O segmento mais atingido foi o de transporte aéreo, que registrou retração de 27,5%, a maior de toda a série histórica. No transporte terrestre, a queda foi de 10,6%. Os serviços auxiliares de transporte e correio e armazenagem tiveram retração de 0,8%. No transporte aquaviário, o cenário é de estabilidade. De acordo com a análise da Confederação Nacional do Transporte, é importante destacar que esses dados refletem um cenário do início da pandemia que assolou o Brasil e impactou o setor a partir da segunda quinzena de março.

“Esperamos um cenário ainda mais crítico a partir da coleta de dados de abril. Esses primeiros números refletem apenas o início da crise no setor”, destaca o presidente da CNT, Vander Costa.

Presidente do Iphan - Larissa Peixoto é a nova presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), ligado ao Ministério do Turismo e responsável por preservar, divulgar e fiscalizar os bens culturais brasileiros. Servidora do MTur há 11 anos, Larissa Peixoto é graduada em Turismo e Hotelaria com extensão em gestão de projetos pela Escola Nacional de Administração Pública e especialização em conclusão na área de gestão estratégica de marketing, planejamento e inteligência competitiva.

Prorrogação do Crediamigo - O Banco do Nordeste prorrogou, automaticamente, as prestações do  Programa de Microfinanças Urbanas - Crediamigo, com vencimento entre 19 de maio a 18 de junho deste ano para 30 dias após o vencimento da última parcela. Sobre os valores prorrogados, haverá cobrança dos encargos contratuais. O Crediamigo, maior programa de microfinanças da América do Sul, foi criado em 1997. Oferece capital de giro e investimento para micros e pequenos empreendedores, com prazos de 2 a 24 meses e taxas que variam de 0,99% a 2,40%. Tem 2,2 milhões de clientes ativos.

Diretores da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão
participaram  nesta quinta-feira (14) de mais uma videoconferência com
o secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia do Maranhão,
Simplício Araújo. para debaterem a reabertura da atividade econômica
Agricultura familiar - Sete associações de agricultores familiares do Maranhão iniciam, este mês, as entregas de 112,7 toneladas de produtos adquiridos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Na ação, foi empregado um orçamento de R$ 544 mil para aquisição de alimentos produzidos por 78 agricultores familiares residentes nos municípios de Icatu, Itapecuru-Mirim, Santa Rita, Vargem Grande e Viana. Entre os itens produzidos estão hortaliças, frutas e grãos que serão destinados a entidades de apoio social e devem beneficiar aproximadamente 4.600 pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Auxílio emergencial - O presidente Jair Bolsonaro vetou a ampliação dos beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia do novo coronavírus para dezenas de categorias profissionais. Foi mantida a extensão do benefício para as mães menores de 18 anos (todos os demais beneficiários precisam ser maiores de 18 anos). A expansão da medida estava prevista em um projeto (PL 873/20) de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Bolsonaro vetou 11 pontos da proposta, que foi transformada na Lei 13.998/20, publicada nesta sexta-feira (15) no Diário Oficial da União.

Desemprego de jovens - A taxa de desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos de idade brasileiros ficou em 27,1% no primeiro trimestre de 2020, bem acima da média geral de 12,2% do país no período. Este comportamento foi verificado nas cinco grandes regiões, com destaque para a região Nordeste, onde a estimativa foi de 34,1% de desempregados nesta faixa etária. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nenhum comentário: