29 de jun. de 2020

Ministro Roberto Barroso diz que "curtiu sem querer" uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro publicada no Twitter

Luís Roberto Barroso – Wikipédia, a enciclopédia livreO ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso, que tem como um dos julgamentos futuros, na condição de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a possível cassação da chapa Jair Bolsonaro - Hamilton Mourão, disse que curtiu sem querer uma crítica ao presidente da República, feita pelo deputado Kim Kataguiri, entrevistado pela revista Istoé.

Disse o parlamentar: "o sonho de Bolsonaro é fechar o Congresso e o STF, mas ele não tem apoio popular nem das Forças Armadas para isso", frase que foi tuitada pela revista e curtida pelo ministro, numa demonstração de aprovação à crítica do parlamentar.

Nesta segunda-feira, Barros publicou nova postagem:

"Curti ontem um post sem querer. Ainda estou me adaptando a esta rede. Não curto posts com conteúdo de polarização política. Ao contrário, busco contribuir para o aprimoramento das instituições e para o debate racional de ideias. Agradeço a quem me alertou sobre o engano".

Um comentário:

Anônimo disse...

Tu curte também "outras coisas", Sr. Ministro Barroso.
Essa Coca....