2 de jun. de 2020

Pesquisa da DMCard aponta que 62% acreditam acham que ainda vão ter dificuldades de pagar em dia suas contas

Pagamento de contas com cartão de crédito. Vale a pena? – É da Sua ...GIRO ECONÔMICO

Entre os dias 05 e 12 de maio, a área de Experiência do Cliente da DMCard aplicou 15.010 entrevistas online para uma pesquisa sobre o comportamento do consumidor com suas finanças durante a pandemia. O estudo apontou que 69% das pessoas tiveram algum tipo de perda financeira desde o início da quarentena e 62% acreditam que ainda vão enfrentar algum problema que as obrigará a atrasar o pagamento de suas contas.

“Nossa amostra é composta por pessoas que são portadoras de cartão de crédito e nos permite uma representatividade muito fiel de como anda o bolso desse consumidor economicamente ativo, se ele sofreu perdas e como o bolo está sendo repartido para o consumo e pagamento das dívidas mais comuns no dia-a-dia da população”, explica Sandra Castello, Diretora de Marketing e Pessoas da DMCard.

Os entrevistados foram questionados sobre quais as dívidas que dariam prioridade em caso de não terem dinheiro suficiente para pagamento em dia de todas elas, sendo que, nesta questão, puderam citar mais de uma resposta. As contas de consumo como água, luz, telefone e internet ficaram em primeiro lugar, com 31% de percentual de lembrança.


Renúncia ao fundão - O Novo comunicou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a renúncia ao Fundo Eleitoral de 2020, a exemplo do que fez em 2018. Desta forma, os recursos continuarão no Tesouro e poderão ser utilizados em benefício de toda a população. O partido teria direito a R$ 36 milhões em dinheiro público do Fundo Eleitoral para gastar com campanhas políticas, mas o Novo acredita que as campanhas devem ser financiadas, voluntariamente, por aqueles que acreditam nos partidos e nos candidatos que desejam apoiar. "O dinheiro dos impostos dos brasileiros deve ir para serviços essenciais, como educação, segurança e saúde", diz a direção do partido.

Recuperação de respiradores - A pandemia do novo coronavírus atingiu as estruturas de saúde do Brasil e deixou a população vulnerável ao contágio da covid-19. Em meio a essa situação delicada, empresas, instituições e sociedade civil se mobilizaram para ajudar a minimizar os efeitos da atual crise. Essa causa também foi abraçada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que uniu esforços e protagoniza iniciativas solidárias para ajudar a população a superar este momento delicado. A instituição já investiu R$ 67,4 milhões em ações destinadas ao enfrentamento ao novo coronavírus.


Presidente do BNB participa de eventos com empresários maranhenses ...
Romildo Rolim, ao centro com Edilson Baldez (com braço enfaixado), que 
manteve boa relação com a classe empresarial maranhene, deixa nesta
terça-feira a presidência do Banco do Nordeste, onde será sucedido por
Alexandre Cabral, que foi eleito nesta segunda-feira
Culpa do contador - É comum os gestores públicos flagrados em falhas nas suas prestações de contas atribuírem o erro aos seus contadores. Não foi diferente com o deputado federal Bira do Pindaré (PSB), que teve as contas da campanha 2018 rejeitadas no TSE. Segundo ele, sua assessoria contábil foi surpreendida como mudanças nas regras do próprio tribunal.

Leia mais
Bira diz que contabilidade foi surpreendida por mudança de regras no TSE, que rejeitou suas contas

Contas de luz - A Equatorial Maranhão criou mais uma inovação para pagamento da conta de energia pelo site por meio do cartão de crédito! E o melhor: a partir de duas contas é possível parcelar em até 12 vezes. Além disso, o cliente pode usar também o Cartão do Auxílio Emergencial, através da bandeira Elo Débito! O endereço é  www.equatorialenergia.com.br, onde na barra “pagamento de faturas” o cliente é direcionado para um ambiente totalmente seguro, desenvolvido com ferramentas altamente modernas para garantir a segurança das suas informações. O titular da conta precisa informar CPF e data de nascimento para acessar as informações da conta contrato e realizar o pagamento.

Curados pelo Hapvida - Desde o início da pandemia do Covid-19, o Hapvida alcançou a marca de 200 pessoas recuperadas da doença no Maranhão. apesar das dificuldades que o momento trouxe, sobretudo em meio às perdas. O número é motivo de comemoração para toda a equipe de profissionais que atuam diariamente no enfrentamento ao coronavírus. O último balanço, divulgado nesta segunda-feira (01), mostra a crescente recuperação, resultado do esforço da empresa e de todos os que lutam na linha de frente. No Brasil, a rede Hapvida já alcançou a marca dos 3.834 pacientes recuperados onde a empresa atua.

Nenhum comentário: