21 de ago. de 2020

Apesar da greve dos seus trabalhadores, direção dos Correios diz que mantém regulares 83% de suas operações

Correios querem lançar o "Uber da entrega de encomendas" -
GIRO ECONÔMICO

Os Correios permanecem firmes nas estratégias para continuar servindo à população. Neste fim de semana, com objetivo de minimizar os impactos da paralisação parcial dos empregados, a empresa realizará mutirões de entregas em todo o território nacional.

Conforme o plano de contingência da empresa, medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, o remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas para garantir o fluxo postal. A expectativa é realizar a entrega de um volume 4 vezes maior de encomendas, nos fins de semanas. A malha de transporte intermunicipal e interestadual da empresa continua operando com 100% da capacidade, realizando conexões diárias de todas as bases operacionais no país.

Os mutirões e outras iniciativas são possíveis devidos aos esforços da grande maioria do efetivo, que está comprometido em atender aos brasileiros nesse momento em que mais precisam. Levantamento parcial, realizado na manhã desta quinta-feira (20), mostra que mais de 80% dos 99 mil empregados prosseguem trabalhando regularmente.

Ministério agradece - O Ministério da Economia parabenizou a Câmara dos Deputados pela manutenção do veto que impede a concessão de reajustes a servidores públicos até o fim de 2021. “O Ministério da Economia parabeniza todos os deputados envolvidos na manutenção do veto do presidente Jair Bolsonaro, que impediu temporariamente a concessão de reajustes a servidores. A possível derrubada traria graves consequências para as contas públicas, em especial de estados e municípios. Neste momento importante da democracia, é preciso elogiar, da mesma forma, os senadores que votaram favoravelmente à manutenção do veto, apesar do resultado negativo”, destacou o ministério em nota.

Críticas e elogios - Os deputados federais pelo Maranhão que se preparem para os bombardeios que vão sofrer e os afagos que vão receber pelas posições assumidas na noite desta quinta-feira (20) em que foi apreciado o veto do presidente Jair Bolsonaro aos reajustes salariais para servidores até dezembro de 2021. Os quatro que contrariaram estão nas graças do sindicalismo de trabalhadores e não antipatia do empresariado; os que votaram a favor do veto, receberão afagos e críticas contrárias; quem se ausentou precisa explicar por quê.

O vice-governador Carlos Brandão (C) na inauguração
da Ponte da Matança, no Alto do Santa Cruz, em São Luís,
e ressaltou os benefícios que a obra traz para a região, e os
esforços do Governo para a manutenção de ações, mesmo
no período de pandemia.

Conecta Obras - A Associação dos Comerciantes de Material do Construção do Maranhão (ACOMC-MA) realizou nesta quinta-feira (20) um Webinar para apresentação do Programa Conecta Obras. O programa é uma plataforma virtual que disponibiliza informações sobre as obras em andamento em todo o Brasil, proporcionando assim ao empresário do setor de material de construção a possibilidade de realização de negócios com venda direta para os responsáveis pela obra. A apresentação foi feita pela consultora do Conecta Obras, Nathália Lopes. O sistema também informa gratuitamente se os clientes possuem alguma restrição no CPF ou CNPJ. Também é disponibilizada a possibilidade de geração de um banco de e-mail para uma campanha que pode ser disparada o próprio sistema do Conecta Obras.

Seca no Matopiba - O monitoramento das secas feito pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) identificou entre junho e julho aumento da estiagem nos estados da Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Piauí, Rio de Janeiro e Tocantins. As informações, com mapas ilustrativos, estão disponíveis no site Monitor das Secas mantido pela agência reguladora. A comparação entre junho e julho permite identificar o aumento das áreas com secas fracas e moderadas.

Mestrado de Direito - Estão abertas as inscrições para um dos melhores programas de mestrado de Direito do país.Trata-se do novo Programa de Mestrado Interinstitucional Acadêmico (MINTER) em Direito PUCRS/UNDB. As aulas serão presenciais, a partir de setembro, no novo Espaço de Pós-graduação da UNDB, no Golden Shopping no Calhau. Estarão no corpo docente do MINTER alguns dos mais relevantes juristas brasileiros; e o programa terá como coordenadores a Profa. Dra. Amanda Thomé (UNDB) e o Prof. Dr. Ingo Sarlet (PUCRS). O processo seletivo será composto por entrevista e defesa do anteprojeto; com inscrições prorrogadas até o próximo dia 31.08. Quem tiver alguma dúvida sobre anteprojeto ou outros detalhes, pode acessar: undb.edu.br/mestradodireito e agendar um atendimento com a coordenação.

Nenhum comentário: