14 de ago. de 2020

Deputado Othelino Neto deverá concorrer a uma cadeira de imortal na Academia Maranhense de Letras

O deputado Othelino Neto, presidente da ssembleia Legislativa do Maranhão, que muitos afirmam ter pretensões de concorrer ao Governo do Estado ou a uma cadeira do Senado, em 2022, estaria interessado em outro tipo de disputa, provavelmente ainda este ano. Segundo o site Maranhão Hoje, ele é um dos pretendentes à cadeira de número 02, na Academia Maranhense de Letras (AML), que ficou vaga com a morte do escritor Waldemiro Viana.

São três as cadeiras vazias na Casa de António Lobo, pois também morreram este ano, os acadêmicos José Maria Cabral Marques e Milson Coutinho.

Leia mais
Academia Maranhense de Letras tem até agora oito pretendentes para as três cadeiras vazias

Othelino deverá enfrentar uma disputa interna porque havia um compromisso dos acadêmicos em eleger o poeta Fernando Braga para a primeira vaga que surgisse, já que foi preterido na eleição anterior em que houve uma espécie de unanimidade em torno de Elsior Coutinho para ocupar a cadeira 18, no lugar de Manoel Lopes, e a vaga que se abriu imediatamente foi a de Cabral Marques, mas surgiu um nome de peso interessado nela: o ministro do Superior Tribunal de justiça (STJ) Reinaldo Sousa da Fonseca. Já para a cadeira que era de Milson Coutinho há cinco pretendentes.

O presidente Carlos Gaspar diz que declara os processos sucessório dessas cadeiras na próxima quinta-feira (19).


Nenhum comentário: