21 de set. de 2020

Banco do Nordeste iniciou nesta segunda-feira o seu IV Fórum de Integridade e Ética

 

GIRO ECONÔMICO

O IVFórum de Integridade e Ética do Banco do Nordeste teve início nesta segunda-feira (21) com o tema “Integridade e Sustentabilidade em Tempos de Crise”. A abertura foi realizada pelo presidente da instituição, Romildo Rolim, e pelo ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário. O evento, realizado de maneira remota, reuniu participantes interessados no debate sobre a atual ambiência de governança no Brasil. A programação continua no próximo dia 29.

Na abertura do evento, o presidente Romildo Rolim destacou a relevância das boas práticas na gestão pública em meio ao processo de retomada econômica. “Discutir a cultura do controle e da integridade é muito importante. Temos cultivado esse ambiente no Banco do Nordeste, elevando a curva de governança em nossa instituição. Todas nossas ações do BNB têm sido pautadas pela ética, considerando leis e regulamentos internos, para melhor gestão dos recursos públicos”, afirmou.

O ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, ressaltou a importância da iniciativa. “Um programa de integridade promove uma mudança de cultura na organização. Essa mudança é essencial para os resultados entregues à sociedade”, destacou.

Turismo regional - Para quem está com saudade de pegar a estrada, uma ótima notícia, o Turismo Social do Serviço Social do Comércio (Sesc) está de volta. Após cinco meses de suspensão das atividades, os pacotes turísticos estão abertos novamente ao público com a facilidade das vendas on-line, mas com roteiros adaptados à nova realidade. Para ter acesso aos pacotes basta acessar a aba Área do Cliente do site www.sescma.com.br e fazer sua inscrição. Mais informações entre em contato pelos telefones 3248-8302 e 3248-8305 ou ainda pelo e-mail turismosocial@ma.sesc.com.br

Home Office - Cerca de 300 mil pessoas deixaram o trabalho remoto em julho, o que reduziu de 12,7% para 11,7% o percentual de brasileiros em home office, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), unidades da federação com maior percentual de trabalho remoto são Distrito Federal (25,2), Rio de Janeiro (19,1%), São Paulo (16,8%) e Paraíba (12,7%). Esses são os estados acima da média nacional de 11,7% de trabalhadores em home office. Por outro lado, Pará (3,1%), Maranhão (4,3%) e Mato Grosso (5,2%) têm os menores percentuais.


Nenhum comentário: