25 de set. de 2020

Nem mesmo o governador se sente seguro em São Luís: Flávio Dino diz que está recebendo ameaças de morte

Apesar de contar com forte aparato de segurança, Flávio
Dino diz que vem sendo ameaçado por futuros policiais
A onda de violência que tomou conta da cidade nas últimas horas ganhou um ingrediente a mais para assustar a população: nem mesmo o governador Flávio Dino (PCdoB) se sente seguro. Nesta sexta-feira (25), numa postagem no Facebook, Sua Excelência anunciou que vem recebendo ameaças de morte porque não nomeia os policiais militares concursados, e chega a insinuar que essas pessoas podem se tornar mais violentas depois de nomeadas, pois se não cumprem leis e preceitos éticos quando nem são policiais, o que farão com uma arma na mão?"

Leia mais
Candidatos a prefeito de São Luís trazem onda de insegurança na cidade para o debate da sucessão

Eis a postagem do governador:

"A cada nomeação de cadastro de reserva da PM recebo centenas de xingamentos e agressões. Agora, até ameaça de morte recebi, que está sendo investigada pela Polícia. Se não cumprem leis e preceitos éticos quando nem são policiais, o que farão com uma arma na mão?

Como já expliquei várias vezes, temos dois parâmetros FEDERAIS obrigatórios antes de nomeação de cadastro de reserva da PM: a Lei de Responsabilidade Fiscal e a recente Lei Complementar 173. Há limites de gastos com pessoal e com reposições de recursos humanos".

Nenhum comentário: