9 de set. de 2020

Prefeitos têm até a próxima quarta-feira para questionar números do IBGE sobre população de seus municípios

Prefeitos têm até 16 de setembro para contestar a estimativa populacional divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número é importante porque é utilizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para calcular o coeficiente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A verba é uma das maiores a compor a receita municipal.

Um levantamento da Associação Mato-grossense dos Municípios, por exemplo, mostra que quatro cidades do estado vão ter um aumento no repasse no ano que vem, somando um acréscimo de R$ 145 mil por mês.  
No Maranhão, além da capital, São Luís (1.108.975), Imperatriz, com 259.337; São José de Ribamar, com 179.028; Timon, com 170.222 e Caxias, com 165.525 aparecem como cidades mais populosas. Por outro lado, Junco do Maranhão (4.392), São Félix de Balsas (4.562), Nova Iorque (4.682), São Pedro dos Crentes (4.684) e São Raimundo do Doca Bezerra (5.131) são os com menos habitantes do estado. 
A estimativa populacional dos municípios brasileiros foi divulgada dia 27 de agosto. De acordo com o órgão, o Brasil teve aumento populacional de 0,77% em um ano, alcançando a marca de 211,8 milhões de habitantes.

Fonte: Brasil 61

Um comentário:

David Oliveira disse...

IBGE colocou uma doma de vidro sobre IMPERATRIZ a cidade não sai da casa dos 250 mil habitantes a mais de vinte anos !!! Tem fraude nessa projeção !!!