14 de set. de 2020

Antes de ir à aglomeração do PCcoB, Carlos Lula critica quem não segue distanciamento social e não usa máscara

Sábado (11) à noite, o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, repetiu o alerta que sempre faz no Twitter ao divulgar o boletim do dia com os números do covid-19. Ele chamou atenção para os riscos de infecção e criticou quem não recorre ao uso da máscara para proteger a si e aos outros. Disse ele:

"Ainda é grande o número de pessoas pelas ruas sem máscara. O acessório continua sendo um forte aliado contra o coronavírus, informação que também pudemos comprovar quando realizamos o inquéritosorológico".

Horas depois, o secretário provou o quanto é difícil convencer a população a recorrer a este acessório, pois nem ele mesmo faz o que prega. Convidado a participar da convenção do seu partido, o PCdoB, domingo (12), no Ginásio Costa Rodrigues, para homologar a candidatura do deputado Rubens Júnior a prefeito de São Luís, cantou, dançou e abraçou correligionários. Pior tinha feito em Coroatá, onde discursou até mesmo sem máscaras na convenção da prefeito Luiz da Amovelar.

Vale ressaltar, que, mesno não sendo da área, pois é advogado, Carlos Lula é a voz da Medicina e da Ciência que embasou as rígidas medidas tomadas pelo Governo do Estado em nome da segurança sanitária e tem sido um dos maiores críticos do presidente Jair Bolsonaro quando este provoca aglomeração em churrasquinho, farmácia, padaria etc. Ele é presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass).

Sobre o evento, disse que só tirou a máscara para falar, apesar de imagens da TV mostrarem o contrário.


Nenhum comentário: