25 de set. de 2020

Sem bombas para irrigação do terreno, agricultores de Salangô não têm como iniciar plantio de arroz

GIRO ECONÔMICO

Os agricultores do Projeto Salangô, em São Mateus, estão com dificuldades para iniciar o plantio de arroz para a safra 2020/2021 porque se registra o mesmo problemas de anos anterior: danificação dos equipamentos, e mais uma vez as bombas para sugar água do rio Mearim estão queimada, sem poderem ser utilizadas.

Esta semana, os vice-presidentes da Federação das Indústrias (Fiema), Celso Gonçalo e Benedito Mendes, e o superintendente da entidade, César Miranda, visitaram o empreendimento, onde participaram de uma reunião com o secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Sergio Delmiro; o prefeito Miltinho Aragão; e o presidente do Sindicato das Indústrias de Arroz do Estado do Maranhão (Sindiarroz), Jeremias Oliveira Gaspar. Ficou acertado que em novembro será assinado o contrato com uma empresa especializada, para efetuar o conserto e a manutenção das bombas que já foram fornecidas pelo Governo do Estado. 

O Projeto Salangô II foi iniciado com o objetivo de ser o maior projeto agrícola de irrigação do Maranhão, na produção de arroz irrigado, frutas e hortaliças, com uma área total de 3.600 hectares, sendo 600 hectares para o plantio do arroz irrigado e 2 mil hectares para o regime de arroz sequeiro.

Auxílio emergencial - A Caixa Econômica alcançou, nesta sexta-feira (25), a marca de 304,5 milhões de pagamentos do Auxílio Emergencial, beneficiando 67,2 milhões de brasileiros. Os pagamentos somam um montante de R$ 207,9 bilhões disponibilizados pelo Governo Federal, com o objetivo de amenizar os impactos da pandemina do novo coronavírus na renda da população brasileira.  A maior ação de pagamento social da história do país atinge a marca histórica no dia em que inicia o crédito de R$ 1,6 bilhão do Auxílio para 4 milhões de beneficiários nascidos em setembro, conforme o calendário do Ciclo 2, e a disponibilização de R$ 428,2 milhões referente à primeira parcela do Auxílio Emergencial Extensão para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 7.

Desembolso da Vale - Em comunicado feito a acionistas na quinta-feira (24), a Vale informou que realizará o pagamento de remuneração das debêntures participativas em 30 de setembro, no valor bruto de R$ 1,271221414 por debênture, totalizando R$ 493.944.592,41. Vão receber os valores os detentores dos papéis com posição em custódia na B3 no fechamento de 29 de setembro. A informação é portal Notícias de Mineração.

Encontro de mulheres - A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Maranhão (CEMULHER/TJMA) promoveu uma Roda de Diálogo sobre Gênero, Violência Doméstica e Lei Maria da Penha, em parceria com o Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial do Maranhão (ACM), nesta sexta-feira (25), na Faculdade ISL/Wyden, no bairro do Calhau. Esta foi a primeira atividade presencial desenvolvida pela CEMULHER/TJMA, neste período de pandemia, em que seguiu todos os protocolos de segurança necessários para evitar o contágio pelo novo coronavírus (COVID-19).

Cartilha do candidato - O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com apoio da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), do Instituto Rui Barbosa, com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, lança segunda-feira (28), o documento "Dez Dicas do Sebrae para o Candidato". O objetivo é contribuir para qualificar o debate sobre a necessidade de se fortalecer a atividade empreendedora nos municípios brasileiros.

Nenhum comentário: