9 de set. de 2020

Senac inaugura nesta sexta-feira, em Pinheiro, primeiro Centro de Educação Profissional da Baixada Maranhense

GIRO ECONÔMICO
 

Será inaugurado nesta sexta-feira (11), no município de Pinheiro o Centro de Educação Profissional do Senac, empreendimento do Sistema Federação do Comércio (Fecomércio) que tem gerado expectativa no comércio e população de toda a região da Baixada Maranhense, pois pretendem atender a uma média de 855 alunos por dia. 

Ao todo, são 2.813,40 m² de área construída e cerca de 9,4 milhões de reais investidos pelo Senac, incluindo mobiliário e equipamentos, em um Centro com salas de aula convencionais, laboratório de beleza, laboratório de multiprocedimentos, laboratórios de software e hardware, laboratório de cozinha, laboratório de modelagem (corte e costura), laboratório de telemarketing, auditório reversível, biblioteca, área de convivência, entre outros espaços pedagógicos.

A unidade é focada na sustentabilidade, pois possui preparação para instalação de energia fotovoltaica, e uma ETE – Estação de Tratamento de Esgoto de 30m³, captação das águas pluviais e dos aparelhos de ar-condicionado para manutenção dos jardins e áreas verdes, limpeza de pisos e áreas comuns, bem como reutilização nos aparelhos sanitários. 

Construção de ferrovia - Nesta sexta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro estará de volta ao Nordeste, onde visitará a cidade de São Desidério, para conhecer as obras de construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), que vai integrar as regiões Nordeste e Centro-Oeste, em mais um trecho da Ferrovia Norte-Sul, que vai ligar, pelos trilhos, os porto do Itaqui, no Maranhão, ao de Santos, em São Paulo. A ferrovia é a contrapartida da Vale à renovação da concessão da Estrada de Ferro Carajás por mais trinta anos. 

Área da Codevasf  - A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) está com sua área de atuação ampliada. Nesta quarta-feira (09), foi publicada no Diário Oficial da União, a lei que autoriza atuar nas bacias dos rios Araguari (AP), Araguari, Jequitinhonha, Mucuri e Pardo (MG) e as demais bacias hidrográficas e litorâneas do Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte (antes apenas Alagoas, Maranhão e Sergipe tinham todo o território contemplado). 

O diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem
Comercial (Senac), José Ahirton Lopes fazendo a entrega
de máscaras na comunidade da Vila Nova, em mais uma
ação em favor da segurança sanitária
Melhoria da telefonia
- O deputado Fábio Braga (SD) solicitou a melhoria dos serviços de telefonia e internet nos municípios maranhenses. Ele citou como exemplos as cidades de Vargem Grande e Nina Rodrigues, cuja população tem reclamado da precariedade da prestação desses serviços. 

Inflação de São Luís - A inflação de agosto foi a mais alta para o mês desde 2016, embora o índice (0,24%) tenha desacelerado em relação a julho (0,36%). O maior resultado positivo foi observado em Campo Grande(1,04%), particularmente em função da alta de alguns itens alimentícios, como as carnes (6,28%) e frutas (9,54%). Outros outros sete locais ficaram acima da média nacional (0,24%): Goiânia (0,66%), Brasília (0,58%), Rio Branco (0,54%), Recife (0,46%), São Luís (0,38%), Porto Alegre (0,33%) e São Paulo (0,31%). 

Indústria se recupera - A produção industrial teve alta em 12 dos 15 locais analisados pela Pesquisa Industrial Mensal Regional, na passagem de junho para julho. O resultado, divulgado nesta quarta-feira (09) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reflete a ampliação do movimento de retorno à produção de unidades produtivas, após paralisações por conta dos efeitos causados pela pandemia de Covid-19. A produção industrial nacional cresceu 8% em julho, pelo terceiro mês consecutivo.

Nenhum comentário: