29 de out. de 2020

Após polêmica com Cola Jesus, Bolsonaro homenageia maranhenses vestindo camisa do Sampaio Corrêa em live

Nesta quinta-feira (29), em que visitou São Luís e Imperatriz, as duas mais importantes cidades do estado, o presidente Jair Bolsonaro, depois de se envolver numa polêmica pela "brincadeira" ssobre refrigerante Cola Guaraná Jesus, um dos produtos mais tradicionais do Maranhão, resolveu prestar homenagem aos maranhenses. 

Em sua live semanal, ele usou uma camisa do Sampaio Corrêa, o time de maior torcida no estado, e manteve uma lata do refrigerante sobre a mesa, pediu desculpas, a quem tenha se ofendido, pela "brincadeira" que fez e agradeceu a acolhida que teve no estado.

Sobre o uso do refrigerante, pelo fato de ser cor de rosa, o presidente perguntou ao deputado federal Aluísio Mendes (segundo revelou o senador Roberto Rocha para quem foi a pergunta) se tinha virado "boiola" (gay) por bebê-lo, pois tinha sido informado que quem bebe Jesus "vira marangense".


Nenhum comentário: