10 de out. de 2020

Cansado das reclamações pelo estado precário de rodovia, empresário manda tapar buracos da BR 220

O trecho de 114 quilômetros da BR 220, entre as cidades de Miranda do Norte e Santa Inês, já foi considerado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) a pior rodovia do Brasil, e, mesmo com os investimentos para melhorá-la, voltou ao estado de precariedade por conta da falta de conservação, o que tona uma viagem por ela lenta e insegura, sem falar no desgaste emocional de motoristas e passageiros.

Nas proximidades de Igarapé do Meio, o empresário Nono Farias, proprietário de revenda de veículos em Santa Inês, possui uma empresa de piscicultura, e cansado das reclamações de clientes e vendo alguns deles desistirem de ir buscar pescados tendo que viajar nesse estado de precariedade da rodovia, resolveu "ajudar" o poder público, providenciando o fechamento de buracos melhorando as condições de tráfego.

Um motorista que passava pelo local fotografou e filmou a operação e enviou ao blog, com o comentário de que a iniciativa privada está fazendo o que o governo deveria fazer com os impostos que recolhe.






Nenhum comentário: