15 de nov. de 2020

Protocolos de segurança sanitária não estão sendo seguidos à risca em diversas seções eleitores da capital

Ao longo da campanha para prefeitos e vereadores, a Justiça Eleitoral recorreu a pessoas de fama, dentre elas o médico Dráuzio Varela, para transmitir nos veículos de comunicação mensagens de segurança ao eleitor, com as medidas que estavam sendo adotadas para que o eleitor não corresse risco de contaminação por covid-19, porém isto não está sendo observado em algumas sessões eleitorais do  Maranhão, como testemunhado por este repórter no Colégio Dom Bosco, no bairro do Renascença, em São Luís, onde vota.

Além de não haver, como prometido, álcool em gel na entrada do prédio, tampouco foi oferecido dentro na seção, a mesária também não observou a regra de não pegar nos documentos. Para completar, várias seções mudaram de número e os eleitores estão desorientados e para tirarem dúvidas sobre onde votar geram aglomerações.


Saiba o que disse o presidente do TRE-MA, Tyrone Silva, sobre o protocolo de segurança nas eleições, numa entrevistaà revista Maranhão Hoje,

O eleitor poderá exercer o seu direito ao voto com segurança, isto é, sem riscos de contaminar por covid-19, já que a Justiça Eleitoral estaria oferecendo essas condições?

– Sem dúvidas, os eleitores podem ir tranquilos exercer o seu direito, pois estamos tomando todas as medidas necessárias a fim de protege-los. Para que se tenha ideia, o eleitor vai poder, dentro da seção, higienizar as mãos duas vezes, além de duas outras vezes, na entrada e na saída do prédio em que estiver sua seção; não será permitida circulação de pessoas sem uso de máscaras; haverá um cuidado especial no que diz respeito à proximidade das pessoas, não podendo ser inferior a um metro, entre eleitor e mesário e entre os próprios eleitores; enfim são providências que eleitor pode ficar tranquilo a sua segurança devido.

Nenhum comentário: