12 de dez. de 2020

Flávio Dino sugere a fabricação no Brasil também da vacina norte-americana Pfizer


Ao conceder entrevista a José Luiz Datena, na Rádio Bandeirantes, nesta sexta-feira (11), o governador Flávio Dino (PCdoB) voltou a dar palpites ao presidente Jair Bolsonaro para enfrentamento da covid-19, agora pela aplicação de vacinas a fim de imunizar a população brasileira.

Segundo Flávio Dino, o governo brasileiro deveria fazer parceria com a Pfizer para que sua vacina fosse fabricada no Brasil. Algum laboratório produziria o imunizante e internalização seu produto no país.
O que Flávio Dino está propondo, na verdade, já vem sendo feito há muito, por Jair Bolsonaro e os governadores João Doria (São Paulo) e Ratinho Júnior (Paraná) para fabricação das vacinas AstraZeneca, Coronavac e Sputnik, mas como falta pôr em prática a sua ideia, ela bem que poderia ser sugerida ao Consórcio Nordeste de Governadores, pois abriria mais uma concorrência. 

Além de sua fala na emissora paulista, o governador deixou suas idéias na página que mantém no Facebook:

"Algumas sugestões para Governo Federal:

1. Buscar parcerias com a Pfizer, envolvendo FIOCRUZ, Universidades Federais e estados.

2. Diálogo entre o Butantan e a ANVISA visando agilizar análise da vacina CORONAVAC.

3. Transmitir informações concretas sobre vacina AstraZeneca".

Outra curiosidade seria saber por que esta ccontribuição não foi dada na reunião dos governadores com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, encontro para a qual gestores estaduais foram mais armados para briga do que dispostos a dar e receber sugestões que venham beneficiar o país.

Nenhum comentário: