4 de dez. de 2020

Associação Brasileira de Imprensa manifesta solidariedade a William Bonner e Renata Vasconcelos

Em nota distribuída nesta sexta-feira (04), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) se posicionou sobre a convocação dos apresentadores do Jornal Nacional na Rede Globo, William Bonner e Renata Vasconcelos, para depor na Polícia Federal do Rio de Janeiro. A dupla foi denunciada porque divulgou notícia sobre o inquérito que investiga o envolvimento do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no esquema das "rachadinhas", que está sob sigilo judicial.

Eis o teor da nota:

A Associação Brasileira de Imprensa manifesta o seu espanto e a sua indignação com o fato de terem sido intimados a depor, pelo Polícia Civil do Rio de Janeiro, os apresentadores do Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos.

Segundo a polícia, eles devem explicar a veiculação de supostas informações sigilosas a respeito do esquema de corrupção conhecido como "rachadinha" no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

Nosso espanto vem do fato de terem sido Bonner e Renata os convocados a depor, e não Flávio Bolsonaro e o miliciano Fabrício Queiroz, seu assessor.

Nossa indignação vem do fato de que, uma vez mais, se tenta intimidar a imprensa e calar a sua voz, num claro atropelo à Constituição.

Fiel aos seus 112 anos de defesa da liberdade de expressão, a ABI se coloca incondicionalmente ao lado dos jornalistas atingidos.

Bonner e Renata, contem com o nosso apoio.  



Nenhum comentário: